Termina nesta segunda-feira (4/11) o prazo para as inscrições do I Fórum do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas. O evento tem como objetivo eleger os novos membros, representantes da sociedade civil, do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas (CMPD). A entidade foi reativada em agosto deste ano, após a aprovação pela Câmara Municipal do projeto de lei do prefeito Rubens Bomtempo.

O projeto adequou a Lei Municipal 5.885 de 10 de junho de 2002, mudando a nomenclatura do conselho e tornando-o deliberativo. Na justificativa do projeto, o prefeito ressalta que o conselho estava desativado há pelo menos quatro anos e é órgão fundamental ao êxito na prevenção à dependência química.

O conselho contará com representantes de entidade estudantil; de usuários ou familiares; de instituição de ensino Superior que desenvolva pesquisas na área; de instituições religiosas; de organizações não governamentais que desenvolvam serviços na área de prevenção e tratamento; de Associações de Moradores e de Clubes e serviços.

“É importante que as entidades participem e façam as inscrições. O Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas está sendo reativado e precisamos voltar a discutir este assunto na cidade”, destacou o coordenador da Saúde Mental, o psicólogo Rui Stockinger. O I Fórum do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas acontece no dia 7/11 na Casa dos Conselhos, entre 9h e 12 horas. O credenciamento dos participantes e ou convidados tem início 8h30 e término as 9h30.

As inscrições para o I Fórum do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas podem ser feitas na Casa dos Conselhos, localizado na secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), das 12h30 às 18h30. O edital completo com a convocação foi publicado no Diário Oficial do dia 16/10.

De forma inédita, a Prefeitura de Petrópolis ganha tempo e agiliza os convênios públicos, principalmente os relacionados às obras estruturais que trazem mais segurança para as comunidades no período de chuvas. Exatamente uma semana após o prefeito Rubens Bomtempo e o vice-governador Luiz Fernando Pezão terem assinado convênio do programa estadual Somando Forças para a realização de 11 obras emergenciais de contenção, o município deu início a todos os processos licitatórios, garantindo a realização das intervenções a partir deste mês. Caso seguisse os trâmites burocráticos normais, o município levaria mais de 45 dias para realizar todos esses encaminhamentos e no mínimo três meses para dar início as obras.

A medida só foi possível porque a Prefeitura iniciou os processos bem antes das formalidades. Com o aval da secretaria de Controle Interno, os funcionários iniciaram a preparação dos projetos, dotação orçamentária, caderno de encargo e planilha de custos para cada obra, além dos editais de concorrência. “Apesar de emergenciais, todas as obras vão passar por licitação para darmos cada vez mais transparência à nossa gestão. Agilizamos todos os processos porque Petrópolis não pode mais esperar por essas obras”, avalia o prefeito Rubens Bomtempo.

O novo convênio com o governo do Estado, no valor de R$ 5,3 milhões, foi assinado no dia 23 de outubro e vai beneficiar 11 comunidades. São elas: Rua Rocha Cardoso, no Centro; Morro Florido, na Estrada da Saudade; Morro dos Ferroviários, Alto da Serra; Rua Gonçalves Dias, no Valparaíso; Avenida Estados Unidos, no Quitandinha; Taquara; Estrada do Boa Vista, no Brejal; Rua José Peixoto da Costa, no Caxambu; no acesso ao Trono de Fátima, no Centro; Ponte Fones e Sargento Boening.

Duas licitações já foram realizadas e as outras nove acontecem até a próxima quinta-feira (7/11). Entre elas, a maior das intervenções, destaca-se a contenção da UPA do Centro. As obras estão orçadas em R$ 1,121 milhões e prevêem contenção em concreto armado na parte superior da encosta e instalação de barreira dinâmica em toda extensão onde se encontra o prédio da unidade. A medida vai garantir segurança aos funcionários e pacientes que procuram atendimento no local.

Já no Morro Florido, na servidão Ernesto Felipe Schefler, serão três muros de contenção em concreto armado, drenagem e recuperação de talude com plantio de grama. A obra está orçada em cerca de R$ 1 milhão e representa a segunda maior intervenção deste convênio.

Relação completa das obras do último lote do Somando Forças:

CONTENÇÕES

VALOR ESTIMADO

SERVIÇOS PREVISTOS

Sargento Boening

 (Servidão nº 283 - Estrada do Paraiso )

310.458,80

Execução de muro de contenção em concreto armado, drenagem e recuperação do talude

Morro Florido ( Servidão Ernesto Felipe Schefler )

1.083.921,39

Execução de três muros de contenção em concreto armado, drenagem e recuperação do talude com o plantio de grama

Alto da Serra (Servidão Frei Leão )

287.646,14

Execução de estrutura de contenção em concreto armado sobre tela, recuperação da servidão com instalação de canaletas de drenagem e guarda-corpo

Ponte Fones (Servidão Oswaldo Antonio Zillig )

142.064,88

Execução de estrutura de contenção em concreto armado, reconstrução do trecho final da servidão com instalação de canaletas de drenagem e guarda-corpo

Valparaíso (Servidão nº 411 - Rua Gonçalves Dias )

241.359,92

Execução de duas estruturas de contenção em concreto armado, proteção e drenagem da encosta, instalação de rede para captação das águas pluviais e recuperação do trecho inicial da servidão

Caxambu (Estrada do Caxambu - prox. à Igreja de São Charbel )

181.242,85

Execução de estrutura de contenção em concreto armado, proteção e drenagem da encosta, construção da servidão de acesso as moradias localizadas acima desta contenção.

Trono de Fatima (Rua do Bispo, nº 235 )

240.005,23

Execução de estrutura de contenção em concreto armado, proteção e drenagem da encosta, recuperação do pavimento em paralelo e do meio-fio neste trecho da rua.

Quitandinha (Avenida Estados Unidos )

176.507,90

Execução de estrutura de contenção em gabião, proteção e drenagem da encosta, recuperação da servidão e instalação de guarda-corpo no trecho atingido pela barreira.

Taquara (Rua Antonio da Silva Ligeiro )

295.074,42

Execução de estrutura de contenção em gabião junto a rua e contenção em concreto armado na parte superior da encosta e revegetação deste talude com grama.

Boa Vista - Brejal ( Rua Princesa Isabel - prox. ao nº 215 )

887.708,53

Execução de estrutura de contenção em concreto armado na parte superior da encosta, drenagem através de canaletas e manilhas, revegetação do talude com grama.

UPA - Centro

1.121,000,00

Execução de estrutura de contenção em concreto armado na parte superior da encosta, instalação de barreira dinâmica em toda a extensão onde se encontra o prédio da UPA.

Seis meses após as chuvas de março Bomtempo entrega obra no Quitandinha - Ao lado do vice-governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito também já inaugurou, na última semana, a obra de contenção da Rua Minas Gerais, no Quitandinha, seis meses após as chuvas de março. A intervenção faz parte do primeiro pacote de obras de sete encostas incluídas no programa estadual Somando Forças, no valor de R$ 2 milhões. “Esses recursos estão sendo usados com muito critério. Essa obra é de qualidade e devolve a segurança aos moradores atingidos pelas chuvas”, afirmou o prefeito. O vice-governador Luiz Fernando Pezão destacou a confiança na atual administração: “Confiamos neste governo e na pessoa do Rubens. Por isso o Estado está promovendo tantos convênios com Petrópolis. A atual administração trabalha com afinco e pro-atividade, por isso a liberação dos recursos fica ainda mais fácil”, ressaltou.

Bomtempo inicia agora os trâmites para receber R$ 6 milhões para a realização de obras no Hospital Alcides Carneiro e R$ 8 milhões para obras de pavimentação e drenagem em diversas localidades. Além disso, o Estado irá passar ao município um terreno na Mosela para a construção de 120 apartamentos. O terreno já está sendo avaliado pelo município.

 

Segunda, 04 Novembro 2013 - 12:31

Petrópolis vai ganhar Consultório de Rua

Até o fim deste ano Petrópolis vai ganhar um Consultório de Rua tipo III. O projeto criado pelo governo federal faz parte do Programa Crack, é possível vencer, cuja adesão do município aconteceu em maio de 2013.  A iniciativa tem como característica mais importante oferecer cuidados no próprio espaço da rua, preservando o respeito ao contexto sócio-cultural da população.

O Consultório de Rua tem como princípios norteadores o respeito às diferenças, a promoção de direitos humanos e da inclusão social, o enfrentamento do estigma, as ações de redução de danos e a intersetorialidade. O projeto é uma estratégia de ampliação do acolhimento e acesso para usuários de drogas em situação de vulnerabilidade social.

O consultório consiste numa equipe volante, constituída por psicólogo, enfermeiro, assistente social, técnico em saúde bucal, agente social e médico. A equipe realiza intervenções educativas e psicossociais, e contam com insumos para tratamento de situações clínicas comuns, além de preservativos, cartilhas e material instrucional, material para curativos, e medicamentos de uso mais freqüente.

“O objetivo é levar assistência e acolhimento para essa população na rua, realizando consultas médicas e de saúde mental. Com essa medida a intenção é criar vínculos, aproximando essa população de rua com a rede de atenção”, explicou o coordenador de saúde mental, Rui Stockinger, acrescentando que a equipe do Consultório de rua atenderá também aos abrigados no Núcleo de Integração Social (NIS). A implantação do Consultório de Rua foi aprovada na semana passada, durante reunião do Conselho Municipal de Saúde (Comsaúde). De acordo com o coordenador de saúde mental, existem cerca de 200 moradores de rua na cidade, desses 1/3 estão nas ruas devido ao desemprego; 1/3 pelo uso de drogas e por problemas mentais e o restante devido a problemas familiares.

Além da implantação dessa equipe, também serão criados até o fim do ano, cinco leitos de atenção integral no Hospital Clínico de Corrêas (HCC) para pessoas que apresentem uso abusivo de álcool e drogas e com transtornos mentais. Os leitos serão usados para desintoxicação e para cuidados clínicos e neurológicos.

Entre as ações que também serão desenvolvidas por meio do Programa Crack, é possível vencer, estão a instalação de uma Unidade de Acolhimento para adulto e outra infantil, a expansão do Centro de Atenção Psicossocial (Caps-AD) o fortalecimento do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras); além do apoio ao policiamento ostensivo e de proximidade nas áreas de concentração de uso de drogas que será realizado com uma base móvel (composta com 20 câmeras), dois carros e duas motocicletas. Ao todo serão investidos pelo governo federal R$ 5 milhões em Petrópolis e a previsão é que até 2014 todas as ações estejam desenvolvidas.

O Programa Crack, é possível vencer tem o objetivo de ampliar a rede de atenção à saúde e a oferta de tratamento aos usuários de drogas e suas famílias, além de fortalecer as atividades de prevenção, capacitação, policiamento ostensivo de proximidade e enfrentamento ao tráfico e às organizações criminosas. “O mais importante deste programa é a intersetorialidade com ações na área de saúde, segurança pública, educação e assistência social”, concluiu Rui Stockinger.

Petrópolis já conta com mais de cem voluntários da Defesa Civil e os interessados em participar dessa rede de voluntariado têm até a próxima terça-feira (5/11) para se inscrever no curso de formação dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudecs). As aulas serão ministradas no fim de semana dos dias 9 e 10 de novembro. Quem fizer o curso aprenderá noções básicas de percepção de risco, de como evitar desastres naturais, do que fazer em caso de novas tragédias das chuvas em Petrópolis e de primeiros socorros.

As inscrições devem ser feitas pelo telefone 2246-9163 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. . As aulas serão no sábado (9/11), de 9h as 16h, e no domingo (10/11), de 9h as 12h.

Serão formados Nudecs em 25 comunidades no próximo fim de semana: Ferroviários, Euclides da Cunha, Oficina, Sargento Boening, Castelânea, Vila Felipe, Chácara Flora, Taquara, Cremerie, Independência, Bairro Mauá, Serrinha, Pedras Brancas, Mosela, João Xavier, Duarte da Silveira, Morro do Gavião, Bingen, Amazonas, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Duques, Gulf, Bataillard e Capela.

Nas comunidades onde não houver 30 inscrições, não haverá Nudecs. A criação dos 25 núcleos será dividida em nove endereços. A listagem está disponível no site da Defesa Civil (www.petropolis.rj.gov.br/dfc) e no Facebook (Defesa Civil de Petrópolis).

A capacitação desses agentes é uma medida da Prefeitura para preparar a cidade para as chuvas de verão. A meta da Prefeitura é criar 50 Nudecs até o fim do ano, capacitando 1,5 mil agentes comunitários voluntários, que serão um elo entre a comunidade e a Defesa Civil. A formação é contínua.

O secretário de Proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Rafael Simão, lembra que nos últimos desastres das chuvas, o poder público demorou a conseguir chegar aos lugares atingidos, porque ruas ficaram interditadas.

“Nós precisamos dos voluntários da Defesa Civil para prevenir desastres e também em uma situação de tragédia para fazer os primeiros socorros enquanto o poder público não chegar ao local. O voluntário da Defesa Civil ama a comunidade onde mora, e isso é fundamental”, disse o secretário.

ENDEREÇOS DOS NUDECS:

Nudecs: Ferroviários, Euclides da Cunha e Oficina

Escola Municipal Vereador José Fernandes da Silva

Rua Teresa, 1781, Alto da Serra

 

Nudecs: Sargento Boening e Castelânea

Escola Municipal Ana Mohamed

Caminho do Paraíso, 701, Sargento Boening

 

Nudecs: Vila Felipe e Chácara Flora

Escola Municipal Rubens de Castro Bomtempo

Rua Permínio Schimidt, s/n, Vila Felipe

 

Nudecs: Taquara, Cremerie, Independência, Bairro Mauá e Serrinha

Escola Municipal Alto Independência

Rua Leonor Maio, 1670, Alto Independência

 

Nudecs: Pedras Brancas, Bataillard e Mosela

Escola Municipal São Judas Tadeu

Rua Mosela, 1445, Mosela

 

Nudecs: João Xavier, Duarte da Silveira, Morro do Gavião e Bingen

Escola Municipal Johan Noel

Rua Bingen, 843, Bingen

 

Nudecs: Amazonas, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Duques

Escola Municipal Marcelo Alencar

Rua Araruama, lote 69, Quitandinha

 

Nudec: Gulf

Escola Municipal Jamil Sabrá

Rua Coronel Veiga, 1130

 

Nudec: Capela

Escola Municipal Santa Maria Goretti

Rua Dr. Paulo Hervê, 1539, Bingen

Sábado, 02 Novembro 2013 - 20:08

Bomtempo visita Aterro Sanitário de Pedro do Rio

Uma piscina capaz de receber 600 metros cúbicos de chorume, uma das intervenções necessárias para o pleno funcionamento do aterro sanitário de Pedro do Rio, já está concluída. Na última semana, o prefeito Rubens Bomtempo visitou o local e verificou que o espaço está em condições de receber a licença dos órgãos ambientais competentes para continuar operando.

“Todas as exigências foram cumpridas, o acondicionamento de lixo está sendo realizado corretamente, assim como todos os requisitos feitos pelos órgãos ambientais. A piscina era o último quesito, e com ela resolvemos definitivamente os problemas relativos à licença”, destaca o prefeito Rubens Bomtempo.

No aterro sanitário, já foi providenciada a reformulação do sistema de drenagem de águas pluviais, a recuperação dos taludes que estão recebendo cobertura de gramínea, a queima controlada do biogás por meio de “flare” (evitando que o gás metano seja lançado na atmosfera). Através de uma parceria com a Águas do Imperador, o chorume produzido no local está sendo levado para uma Estação de Tratamento de Esgoto. Outra medida importante foi a contratação de uma empresa que ficou responsável pela coleta de lixo hospitalar.

As adequações começaram a ser realizadas ainda no o início do ano e tudo já está concluído conforme as legislações. De acordo com o presidente da Comdep, Hélio Dias, outras medidas, como o controle de aves de rapina e sinalização de todo o aterro foram empregadas. “Todo o levantamento topográfico já foi realizado, assim como o plano de avanço e estabilidade. A documentação já foi entregue aos órgãos ambientais e agora estamos apenas aguardando a resposta”, frisa Hélio Dias, lembrando que tais medidas deveriam ter sido providenciadas pelo governo passado e entregues em junho de 2012. 

Sábado, 02 Novembro 2013 - 20:06

Bomtempo recebe Câmara Mirim na Prefeitura

Dezessete alunos de oito escolas públicas municipais e estaduais da cidade que tomaram posse como vereadores mirins, dentro do projeto Câmara Mirim, se encontraram nesta sexta-feira (01/11) com o prefeito Rubens Bomtempo. O grupo aproveitou a oportunidade para entregar indicações legislativas idealizadas por cada um deles. A chefe de gabinete Luciane Bomtempo e o vereador Maurinho Branco também participaram da reunião.

Durante o encontro, Bomtempo explicou a importância da função do chefe do executivo e dos vereadores . “A função do vereador é fazer leis e fiscalizar os atos do executivo, mas a principal tarefa é ouvir o povo, pois somente assim é possível entender e enxergar as principais demandas da sociedade”, destacou o prefeito.

O projeto é fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal e Secretaria de Educação. “O objetivo da visita ao gabinete do prefeito é promover a aproximação dos jovens vereadores com o poder Executivo. Eles conhecem o gabinete e se aproximam do cotidiano do prefeito”, disse a secretária Mônica Freitas. A subsecretária Rosilene Ribeiro também participou do encontro. “Através do projeto, eles começam a tomar postura de cidadãos e se aproximam da realidade vivida pelos vereadores, vivenciando quase a mesma rotina”, opina.

A estudante Jéssica Pires Severino, de 16 anos, vereadora mirim eleita como presidente do legislativo, ficou animada com a visita . “É uma ótima oportunidade conhecer melhor as leis municipais”, disse a adolescente, cuja indicação legislativa estava voltada para o bem estar animal. “Os animais precisam de mais assistência”, complementa a jovem, que representa a Escola Rubens de Castro Bomtempo.

Durante o encontro, os alunos tiveram ainda a oportunidade de apresentar a carência das comunidades onde residem, nas áreas de saúde, educação, transporte, pavimentação e iluminação. Bomtempo também pediu a ajuda dos adolescentes para a divulgação da campanha de trânsito “Eu Respeito a Vida”, para a conscientização de motoristas e a prevenção de acidentes.

Sábado, 02 Novembro 2013 - 20:03

Prefeitura entrega kits para os quilombolas


A Prefeitura de Petrópolis concluiu a construção das 13 moradias do Quilombo da Tapera, no Vale da Boa Esperança. As casas, pré-moldadas, ficaram prontas esta semana e as famílias já estão no novo lar. Na manhã de hoje (1/11), a Prefeitura entregou aos quilombolas 13 kits contendo eletrodomésticos (televisão, geladeira e fogão), móveis, colchões e panelas.

“Desde o primeiro momento, o prefeito Rubens Bomtempo esteve empenhado em garantir melhores condições para essas famílias. A construção das casas, as melhorias na infraestrutura e agora a entrega desses kits fazem parte de todo um processo para dar maior conforto a essa comunidade”, destacou o secretário de Assistência Social, Trabalho e Cidadania, Jorge Maia.

A mudança para o novo lar começou na segunda-feira (28/10), quando caminhões da Comdep ajudaram no transporte. “Quando chegamos aqui com toda a mudança parecia um sonho”, disse o líder da comunidade, Adão Cassiano. “Tenho que agradecer ao prefeito Rubens Bomtempo por ter construído as nossas casas. Estamos de volta ao lar”, acrescentou.

A região também recebeu melhorias de infraestrutura, com obras no acesso ao quilombo, instalação de luz elétrica e água encanada. As próximas ações na região serão a construção de uma quadra esportiva e a revitalização da capela construída há mais de 100 anos. “Junto com a comunidade vamos recuperar a igrejinha e quem sabe realizar aqui, uma vez por mês, uma missa. Vamos também construir uma quadra para a criançada. São projetos que serão desenvolvidos a partir de agora, junto com a comunidade”, ressaltou Jorge Maia.

As famílias do Quilombo da Tapera são descendentes de escravos da antiga Fazenda Santo Antônio e a comunidade, que existe há mais de 100 anos, foi uma das atingidas pela tragédia ocorrida no Vale do Cuiabá, em janeiro de 2011. As obras de construção das casas, só foram iniciadas em novembro do ano passado, porém, apesar de se tratarem de unidades pré-moldadas, depois de seis meses, a empresa contratada pelo governo anterior ainda não havia concluído trabalho e acabou tendo o contrato rescindido pela Comdep. Em julho, a Prefeitura reiniciou a obra e concluiu a construção das casas dentro do prazo estipulado de 90 dias.

As obras de ampliação e reforma do Centro de Educação Infantil Déa Lúcia Cordeiro, na Castelânea, foram entregues na quarta-feira (30/10) pelo prefeito Rubens Bomtempo e permitem um acréscimo de quase 100% no número de vagas na unidade para crianças de 0 a 5 anos.

“Assumimos o governo com deficiência de vagas, principalmente para a Educação Infantil. Mas conseguimos grandes avanços nesses dez meses de 2013. É preciso investir cada vez mais nas nossas crianças e o objetivo é chegar a 2016 com vagas de sobra na rede”, disse o prefeito, que na próxima semana estará inaugurando mais um CEI na Rua Casemiro de Abreu.

Com as intervenções no CEI Déa Lúcia Cordeiro, as salas estão mais amplas, o prédio ganhou brinquedoteca, sala de leitura e uma área de lazer com um parquinho totalmente novo, com gangorra, balanço, escorrega e piscina de bolas. A unidade vai atender agora 80 crianças com conforto e ensino de qualidade.

A secretária de Educação Mônica Freitas, também participou da inauguração e destacou que em 10 meses o prefeito Rubens Bomtempo criou mais 800 vagas para a Educação Infantil. “Os investimentos na educação são prioridade e aqui temos um espaço atrativo, onde os alunos se sentem valorizados com um ambiente escolar agradável e uma equipe de qualidade”, destacou.

O CEI é composto, no total, por cinco salas de aula para alunos do 1º ao 5º período, um berçário e lactário, uma cozinha com despensa, um depósito de materiais de limpeza, um refeitório, quatro banheiros adaptados para alunos da educação infantil, dois banheiros para os funcionários, um dormitório, uma brinquedoteca, dois escovódromos, uma sala de professores, uma sala da direção/ secretaria e um almoxarifado. A unidade funciona das 7h às 17h, na Rua Cristovão Colombo, 153, Castelânea e conta com uma equipe composta por uma diretora, dez educadores, três professoras, três cozinheiras, um auxiliar de serviços gerais e um zelador.

 

Moradores do Vila Rica, em Pedro do Rio, estão sendo contemplados com a Academia da Terceira Idade. A inauguração, que está marcada para o próximo domingo (3/11), é fruto de uma parceria firmada entre a Prefeitura e a Secretaria de Estado de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida – SEESQV.

“A cidade está entre os três municípios do Estado com o maior índice populacional de idosos, precisamos valorizá-los. Sempre há tempo para iniciar atividades físicas para melhorar a qualidade de vida e ainda diminuir os riscos de doenças crônicas”, disse o prefeito.

Segundo o secretário de Estado de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, Marcus Vinícius, a idéia é levar os idosos a um envelhecimento ativo. “Também é possível mostrar que podem ser independentes, o que acontece quando começam a fazer exercícios”, disse. 

A academia conta com diferentes tipos de equipamentos de ginástica que ajudam a desenvolver e fortalecer os músculos. Para o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Jorge Maia, essa é uma grande parceria com a Secretaria de Estado. “Irá contribuir para uma melhor qualidade de vida para os idosos do município”, disse Jorge Maia.O programa oferece acompanhamento das atividades por profissionais de Educação Física, Fisioterapia, Técnico de Enfermagem e um apoio.

Sexta, 01 Novembro 2013 - 11:27

Prefeitura realiza escola sorriso na UCP

O programa Saúde Bucal Escolar, uma parceria da Secretaria de Educação com a de Saúde, promoveu hoje o evento Escola Sorriso, no Salão Nobre da Universidade Católica de Petrópolis (UCP). Na ocasião, representantes das 97 instituições de ensino da rede municipal e dos 14.115 alunos participantes receberam certificados e medalhas para comemorar o sucesso do programa, que já distribuiu escovas e cremes dentais para todos, além de promover visitas periódicas de dentistas e técnicos em saúde bucal em todas essas instituições.   

A subsecretária de Educação Infantil, Rosilene Ribeiro, realizou a abertura do evento. Em sua fala, ela ressaltou a importância da higiene bucal para a saúde integral das crianças. “Cuidar dos dentes é imprescindível para a saúde do nosso corpo. Vai muito além da estética. Não são apenas os nossos sorrisos que ficam ainda mais bonitos. Trata-se da saúde integral. Escovar os dentes é um hábito saudável. Para nós, da Secretaria de Educação, é importante ver que os nossos alunos valorizam esses hábitos e os praticam em seus cotidianos”, afirmou. Rosilene Ribeiro agradeceu a todos os profissionais da Educação que participam do programa.    

O diretor do Departamento de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde, José Amaro Castro, também ressaltou a relevância da participação dos profissionais da Educação para o sucesso do programa. “Em nenhum momento faltou orientação junto às crianças sobre como escovar os dentes. Estamos investindo na saúde das crianças, porque sabemos o quanto isso é importante para o desenvolvimento delas.”

O evento contou com apresentações de um esquete teatral de alunas da Escola Municipal Carmen Nunes Martins e de uma música de alunos da Escola Municipal Major Júlio Frederico Koeler, ambos com o tema cuidados com os dentes.  “Nós procuramos trabalhar com músicas que fazem parte do universo deles, para facilitar que eles assimilem a letra”, explicou o professor de música, Bruno Mattos.

A diretora da EM Major Júlio Frederico Koeler, Adriana Silva, conta que as crianças ficaram muito animadas com o Escola Sorriso: “Vieram cantando no ônibus. Estavam exultantes”, disse, afirmando que o Saúde Bucal Escolar vem alcançando seu objetivo de estimular os cuidados com os dentes. “Eles próprios pedem as escovinhas logo após as refeições”, assegurou.

Tia da aluna Emanuelle Alves, de sete anos, da EM Dr. Theodoro Machado, Ana Cristina Alves elogia o programa. “É muito interessante que as escolas, hoje em dia, ajudem as crianças a entender a importância da saúde bucal. Na minha época não havia esse tipo de esclarecimento nas escolas, talvez por isso eu tenha tido tantos problemas com os meus dentes”, disse.

A orientadora pedagógica da escola de Emanuelle, Rosemary Brando, também reforça a valorização do Saúde Bucal Escolar. “Esse programa vem de encontro com a nossa meta como instituição escolar, que é cuidar dos alunos integralmente, da educação e da saúde. Os cuidados com a higiene têm que ser realizados desde a infância”, ressalta. Emanuelle afirma, sorrindo: “É muito bom escovar os dentes, cuidar deles para não ficar com cáries.”     

Notícias por data

« Setembro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30        

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo