Embora a greve dos servidores federais de Cultura tenha ocasionado a suspensão das atividades de alguns pontos de visitação em Petrópolis, a cidade conta atualmente com mais de 20 atrativos turísticos em pleno funcionamento para atender os visitantes que sobem a serra em busca de bons restaurantes, belezas naturais e arquitetônicas, além de diversas atividades culturais. Destaque para o Projeto Cultura das Artes – Festival de Artes e Leitura de Petrópolis 2014, com oficinas de criação artística, show, exposições, exibição de filmes e debates.

Neste mês de maio, as temperaturas mais baixas já estão atraindo os turistas que desejam curtir o friozinho, suas delícias e o sossego da região serrana. Para a presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, Thaís Ferreira, “é essencial que a comunidade também saiba orientar quem vem de fora, com a noção de que há muitas outras coisas para aproveitar na cidade. O setor turístico tende a se aquecer, sobretudo neste início de alta temporada”, alerta.

Temporariamente, estão suspensas as atividades do Museu Imperial, da Casa de Cláudio de Souza, do Palácio Rio Negro e do Museu da Força Expedicionária Brasileira-FEB. Os atrativos turísticos de Petrópolis em funcionamento normal são: Palácio de Cristal, Museu Casa de Santos Dumont, Centro Cultural 14 Bis, Museu Casa do Colono, Museu de Cera, Casa de Stefan Zweig, Centro Cultural Wilma Borsato, Centro Cultural Estação Nogueira, Sesc Quitandinha, Centro de Cultura Raul de Leoni, Palácio Amarelo, Theatro D. Pedro, Trono de Fátima, Cervejaria Cidade Imperial, Centro de Experiência Cervejeira da Bohemia, Casa da Ipiranga, Parque Natural Municipal, Parque Municipal de Petrópolis, Parque Cremerie e Parque Nacional da Serra dos Órgãos, além de igrejas históricas e pontos de interesse para o turismo de compras como a rua Teresa e o polo de moda do Bingen. Informações sobre dias e horários de funcionamento podem ser obtidas no Disque Turismo (0800 024 15 16). Programação completa do Projeto Cultura das Artes – Festival de Artes e Leitura de Petrópolis 2014 no site www.petropolis.rj.gov.br.

A regularização fundiária que irá beneficiar cerca de 150 famílias da Rua 24 de Maio está prestes a sair do papel. Nesta sexta-feira (23/05), o prefeito Rubens Bomtempo se reuniu com a representante do Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro – Iterj, Jorgeani Azevedo, com o objetivo de garantir a concretização do projeto. O vereador Paulo Igor e o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Eduardo Ascoli, também participaram do encontro.

“Nosso objetivo é resolver, definitivamente, o problema enfrentado pelos moradores que há mais de 50 anos ocupam uma área que pertence ao Estado. A comunidade já está consolidada e os moradores merecem essa tranqüilidade”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

De acordo com a representante do Iterj, Jorgeani Azevedo, o objetivo é promover a regularização jurídica do assentamento urbano. “Através dessa medida, estaremos garantindo a chegada de muitos benefícios, principalmente na ordem urbanística. Com a regularização fundiária, a comunidade terá a posse legítima do terreno”, destacou.

Presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor destacou a importância da parceria entre o governo municipal e o instituto estadual. “O Iterj está desenvolvendo um importante trabalho. A sensibilidade do prefeito, ao abrir as portas da Prefeitura, define o formato da parceria firmada para realizar o desejo dessas famílias, que estão há anos na dependência desse documento. É importante destacar que neste dia 24 de Maio, mais de 100 famílias residentes na Rua 24 de Maio estarão recebendo essa notícia como presente”.

Morador da comunidade, Robson Axé, que vive na região há 50 anos, se mostrou satisfeito. “Conheço bem os problemas que enfrentamos e essa medida é uma grande vitória para a toda a comunidade”, finalizou.

O prefeito Rubens Bomtempo solicitou mais uma vez ao Ministério Público Federal a suspensão das ações demolitórias da Concer contra as famílias que vivem às margens da BR-040 para garantir e respeitar a dignidade dos moradores que ocupam as áreas pelo menos há mais de 30 anos. Desde o ano passado, o governo municipal vem buscando o consenso para a questão.

Defendo que os moradores são a parte mais interessada no assunto, pois foram surpreendidos com as ações. Viviam tranquilos, de forma honesta e de repente receberam a visita de oficiais de justiça dizendo que tinham que deixar suas casas. Como poder público, não posso me omitir e tenho que agir de modo coerente. Fui eleito pelo povo e vou ficar do lado deles sempre. Eles vivem lá com segurança. Lá não é área de risco. Precisamos é melhorar as condições de vida deles, fazendo uma creche, um posto de saúde, enfim, permitir que eles vivam com toda a dignidade que merecem”, destacou o prefeito.

A reunião realizada nesta sexta (23/05) foi a terceira desde novembro de 2013 e incluiu representantes dos moradores, da própria Concer, Ministério Público Federal, Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro - Iterj, Secretaria do Patrimônio da União – SPU Rj, da Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - Dnit e Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH).

O próximo passo será o mapeamento da faixa de domínio da Concer na BR-040 para se conhecer com exatidão o número de propriedades da região. Junto com o levantamento, também estão sendo buscadas formas de se evitar novas ocupações. Presente à reunião, o Procurador Geral do Município Marcus São Thiago, informou que o Grupo de Área de Preservação Permanente da Prefeitura – Getap - fará reunião especial no próximo dia 28 para discutir a questão e auxiliar em todo o processo de mapeamento e cadastramento das famílias. “Por determinação de Bomtempo, estaremos auxiliando neste processo e acompanhando a situação da melhor forma possível”, finalizou.

A Prefeitura encerra no dia 31/5 a vacinação obrigatória contra Febre Aftosa. Criadores de gado do município devem ficar atentos, pois nesta etapa da campanha, que teve início neste mês, serão vacinados todos os bovinos e bubalinos com até dois anos de idade. O Núcleo de Defesa Agropecuária, ligado à Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção informa que a vacina é vendida apenas em lojas autorizadas e somente durante este período. Em Petrópolis, o produto está disponível na Porteira Agropecuária, em Secretário.

Para adquirir as doses necessárias para vacinar todo o rebanho, o produtor deve se dirigir à loja onde receberá no ato da compra a declaração de vacinação em branco, que deverá ser preenchida e levada juntamente com a Nota Fiscal de compra ao Núcleo de Defesa Agropecuária, vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária e conveniada com a Prefeitura de Petrópolis. O prazo para a entrega é até cinco dias úteis após o final da campanha. “Sem estar vacinado, o animal não poderá ser comercializado nem transportado, pois o criador será impedido de retirar o gado da propriedade, não podendo emitir GTA (Guia de Trânsito Animal)”, explica o secretário de Agricultura, Abastecimento e Produção.

Segundo a chefe do Núcleo de Defesa Agropecuária, Astrid Mattheis, a febre aftosa é uma doença aguda, que causa febre alta e aftas (bolhas) na boca, língua, cascos dos bovinos, bubalinos e outros animais biungulados – que possuem duas unhas ou dedos. A prevenção à doença também tem grande importância econômica para o país, pois um único foco gera restrições de trânsito para animais e outros produtos, principalmente para a exportação de carne. “No estado do Rio, não há ocorrência da doença desde 1997. Adquirimos esse status justamente por causa da campanha de vacinação que acontece todos os anos nos meses de maio e novembro”, concluiu Astrid.

O prefeito Rubens Bomtempo nomeou, na última semana (16/5), mais 38 novos servidores do concurso público realizado em 2011.  A medida já foi publicada no Diário Oficial e irá contribuir para suprir a demanda da rede de ensino. Os candidatos nomeados foram aprovados para os cargos de professores de Educação Infantil (25), Educação Física (6), Língua Portuguesa (1) e Língua Inglesa (1). No início do mês a Prefeitura já havia convocado 94 profissionais. Em 2013 foram chamados 739 servidores da educação.

Em menos de um ano e meio de governo, são mais de 870 novos profissionais a integrar o quadro da Secretaria de Educação. “Melhorar a Educação do município é um compromisso e uma das nossas prioridades. Por isso, estamos dando continuidade as nomeações que refletem, diretamente, na qualidade do ensino oferecido nas escolas da rede”, disse o prefeito.

Para a secretária de Educação Mônica Freitas, as nomeações são de fundamental importância para a otimização do serviço e mostram a valorização dos concursados, que aguardavam a convocação desde 2012. “Desde o início do governo o prefeito vem buscando a valorização do concurso público. Assim, está suprindo, da forma correta, a carência que existia na rede de ensino”, disse a secretária.

Os profissionais começam a ser empossados na próxima semana e de acordo com a Mônica Freitas, a previsão é que as nomeações continuem até o fim deste mês. No período, mais cerca 70 concursados convocados sejam incluídos no quadro.

Segue a lista com os nomes dos novos servidores nomeados:

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA – EDUCAÇÃO INFANTIL
- 95° lugar – Magali Moebus Nakashima
- 96° lugar – Dinalva Melo Ambrósio
- 97° lugar – Patrícia Cristina Quintela do Nascimento
- 98° lugar – Juliana Leonardo Martins
- 99° lugar – Cíntia da Cunha Macedo
- 100° lugar – Juliane Oliveira da Silva Pereira
- 101° lugar – Alexandra Brígido Agostinho
- 102° lugar – Márcia Cristina Leite Rosa
- 103° lugar – Leni Falcão Rodrigues França
- 104° lugar – Talita Serrão Soares
- 106° lugar – Raquel Zanatta Bastos
- 107° lugar – Lucianara Rodrigues Adão Cerqueira
- 108° lugar – Márcia Cristina Andrade da Silva Pio
- 109° lugar – Roniele Mendes Soares
- 110° lugar – Leila Fonseca Oliveira de Souza
- 111° lugar – Vanessa Lopes Ferreira Martins
- 113° lugar – Raquel Isabel Colombo Gonçalves Penna
- 116° lugar – Luciane Teixeira Milagres
- 117° lugar – Renata Pereira de Almeida
- 118° lugar – Odete Pitzer de Souza
- 119° lugar – Vanessa Cristina Fernandes da Silva
- 121° lugar – Thaiga Cristina Moraes Ferreira da Silva
- 122° lugar – Liliane Evangelista Medeiros
- 123° lugar – Fabiola Viana do Sousa
- 124° lugar – Thais Martins Ferreira

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA – EDUCAÇÃO FÍSICA
- 08º lugar – Diogo Batista Ferreira da Silva
- 09° lugar – Luciano Vaz de Melo
- 10° lugar – Sara Lopes Couto da Cunha
- 11° lugar – Fernanda Glatthardt Amarante
- 12° lugar – Thiago Zefiro de Oliveira
- 13° lugar – Elen Sant’Anna Cerqueira

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA – HISTÓRIA
- 19º lugar – Thiago Lisboa Ramos
- 20° lugar – Renan da Cruz Padilha Soares
- 21º lugar – Fernanda Cardozo Cerqueira
- 22° lugar – Pedro Paulo Aiello Mesquita
- 23º lugar – Hugo de Araújo Gonçalves da Cunha

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA – LÍNGUA PORTUGUESA
- 21º lugar – Mauro Dellal da Silva

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA – LÍNGUA INGLESA
- 06º lugar – Maria Adriana Teixeira Sampaio Svacina

Equipes da Prefeitura já estão trabalhando na Rua Fabrício de Mattos onde hoje pela manhã, o trânsito foi interrompido por conta de um buraco ocasionado pelo rompimento de uma galeria de águas pluviais. A abertura no asfalto foi detectada durante uma vistoria realizada ontem mesmo (22/05) pela Secretaria de Obras.  Para a segurança de todos que passam pelo local, foi preciso substituir dez manilhas que passam pelo trecho de 9 metros. A recuperação está sendo feita de forma agilizada para não prejudicar o trânsito na região. Dependendo das condições climáticas, a
previsão é que a circulação de veículos e pedestres seja normalizada neste fim de semana.

O prefeito Rubens Bomtempo se reuniu, na manhã de quarta-feira (21/5), com os integrantes do Grupo de Trabalho Cidadania do Morin. O encontro aconteceu na Escola Municipal Luiz Carlos Soares, onde foram discutidos projetos de infraestrutura para a localidade e também apresentado um documento elaborado a partir de um trabalho realizado com crianças e adolescentes do bairro. O vereador Paulo Igor, presidente da Câmara Municipal, também participou do encontro.

Um dos temas da reunião foi a cobertura de uma quadra esportiva do bairro, no espaço conhecido pelos moradores como Parque do Morin. Recursos federais poderão garantir o desenvolvimento do projeto. “A medida irá possibilitar o desenvolvimento de uma série de programas e projetos, inclusive, a ampliação do Mais Educação. Os recursos federais chegarão através de emendas parlamentares, mas quem sai ganhando é a comunidade”, salienta o prefeito.

No encontro, que contou com a participação do secretário de Obras, Aldir Cony, secretária de Educação, Mônica Freitas, secretário de Esportes, Renato Freixiela e presidente da Comdep, Hélio Dias; o prefeito Rubens Bomtempo determinou o início de algumas intervenções. Entre elas: a instalação de coletoras de lixo containerizadas; a revitalização das três quadras do parque, com pintura e reparo nas telas e o desenvolvimento de um projeto para a implantação de um Centro de Educação Ambiental. O Grupo de Trabalho Cidadania do Morin é composto pela Associação de
Moradores do Morin (Amorin), pela direção das Escolas Nossa Senhora da Glória e Luis Carlos Soares; além do Centro de Educação Infantil (Cei) Jorge Rolando da Silva e pelo vereador Paulo Igor.

“Essa visita representa a união dos poderes executivo e legislativo em prol da comunidade, sem bandeiras políticas. Estamos satisfeitos com o resultado dessa reunião, pois o prefeito já garantiu melhorias importantes que irão beneficiar toda a comunidade”, disse Vicente Rizzo, presidente da
Associação de Moradores da Amorin.

Cerca de 40 crianças da Escola Municipal Augusto Pugnaloni, em Itaipava, participaram na última quarta-feira (21) de uma visita guiada à Horta Sustentável do Parque Municipal de Petrópolis. O Programa de Hortas faz parte dos projetos da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Produção e utiliza o cultivo de hortaliças como elemento pedagógico para o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis.

No encontro, os alunos também aprenderam sobre o plantio e os problemas causados pelo uso de agrotóxicos, além de participarem da colheita. “Cada criança pôde levar uma hortaliça para casa, foi o momento que mais gostaram”, contou o secretário de Agricultura, Produção e Abastecimento, Leonardo Faver, que acompanhou as atividades.

Segundo a orientadora pedagógica da Escola Augusto Pugnaloni ,  a visita ao espaço foi o primeiro passo para despertar a atenção dos alunos para o tema da Feira de Conhecimento que a escola promove. “Neste ano, o tema alimentação saudável está sendo amplamente trabalhado em sala de aula, principalmente com os alunos do 1º ao 5º ano”, explicou Alessandra de Souza Carvalho, que também contou sobre a possibilidade da montagem de uma horta na própria escola.

A Horta Sustentável em Itaipava é ornamentada em modelo de jardim comestível. É uma das cinco hortas em funcionamento no município.  A próxima a ser implantada será na Escola Municipal São José do Caetitu, em Corrêas.

O Projeto Crack é Possível Vencer! foi apresentado durante a primeira reunião de trabalho do Conselho Municipal de Políticas Sobre Drogas (CMPD), realizada nesta quarta-feira (22/5). O encontro também contou com a apresentação da mesa diretora do conselho, que tem como presidente o secretário de Saúde, André Pombo, e como vice o representante do Conselho dos Ministros Evangélicos do Município de Petrópolis (Comempe), Sérgio Murilo.

O coordenador do setor de Saúde Mental, Rui Stockinger, falou sobre o programa e as ações que estão sendo desenvolvidas no município. “O programa articula ações na área de saúde, educação, assistência social e segurança pública nos três eixos: prevenção, cuidados e autoridade. São projetos para todas essas áreas que atuam juntas, com o objetivo de mudar o perfil repressor”, comentou.

A capacitação dos 50 Guardas Civis Municipais e Policiais Militares (iniciado no dia 5/5) está entre as ações que estão sendo desenvolvidas pela Prefeitura. O curso terá duração de um mês e será dividido em três módulos: Filosofia de Polícia Comunitária, Rede de Cuidados e Atenção para o Usuário e Abordagem à pessoa em Situação de Risco. Este último módulo será ministrado por profissionais do Batalhão de Choque.  “Também estamos finalizando o processo para a implantação do Consultório de Rua e o credenciamento de mais seis leitos em um hospital geral para atenção integral ao pacientes”, explicou Rui.

Os recursos do programa Crack é Possível Vencer! são provenientes do governo federal. Ao todo serão investidos mais de R$ 7 milhões. Também fazem parte do projeto a instalação de uma unidade de acolhimento para adulto e outra infantil, a expansão do Centro de Atenção Psicossocial (Caps-AD), o fortalecimento do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras); além do apoio ao policiamento ostensivo e de proximidade nas áreas de concentração de uso de drogas que será realizado com uma base móvel (composta com 20 câmeras), dois carros e duas motocicletas.

Na próxima terça-feira, dia 27 de maio, acontece na Casa da Educação Visconde de Mauá a entrega da premiação do projeto de leitura Bú! Histórias de Medo e Coragem, onde quatro alunos da rede municipal receberão um livro com seus textos publicados. Desenvolvido pela Prefeitura, por meio da secretaria de Educação, o projeto foi implantado em 2013 em parceria com a Ampla, por meio do Programa Endesa Brasil de Educação e Cultura e do Ministério da Cultura. Ao todo, 1.300 alunos da rede municipal, todos do 4º e 5º anos, participam do projeto, onde experimentam, em sala de aula, a vivência da leitura e da escrita.

O objetivo do projeto de leitura Bú! Histórias de Medo e Coragem é qualificar o processo de alfabetização. O programa ofereceu todo material usado pelos professores em oficinas com as crianças, nas escolas, e também promoveu um encontro de formação para os 80 professores participantes.

O projeto também lançou o desafio aos alunos de criarem suas próprias histórias. O resultado disso foi uma coletânea com 39 histórias de crianças de diferentes municípios de nosso país. Dentre elas, duas são de alunos de escolas municipais de Petrópolis - Escola Municipal Santa Maria Goretti e Escola Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra. Outras 52 unidades de ensino da rede municipal de ensino também participaram do projeto e receberão um livro para o acervo da unidade.

Em todo o estado do Rio de Janeiro foram seis as cidades participantes. Petrópolis se destacou como a que mais enviou trabalhos produzidos pelos alunos. “Com iniciativas assim, a Prefeitura e a Secretaria de Educação reafirmam o compromisso por uma educação de qualidade, que propicie aos alunos a formação leitora e o acesso à cultura por meio da leitura e de iniciativas que prezam a educação pública e a apropriação da cultura escrita”, ressaltou a secretária de Educação, Mônica Freitas.

Notícias por data

« Setembro 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30            

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo