Em três meses, campanha arrecadou 37 toneladas de alimentos

A Campanha Seja Solidário ganhou mais um reforço nesta terça-feira (1º.07). A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias fez a doação de 772 cestas básicas, que serão entregues a famílias em vulnerabilidade social. Criada em parceria com o Covida (Grupo Remir), a Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos (APPO) e a Secretaria de Assistência Social, a campanha tem o objetivo de ajudar famílias que tiveram a renda comprometida por conta do coronavírus. No total, em três meses, a ação já arrecadou 37 toneladas de alimentos.

Todas as solicitações para o recebimento de cestas básicas passam por análise de técnicos da secretaria ou visita domiciliar. Os atendimentos para as famílias necessitadas estão sendo feitos pelos números: 08000242526/ 2233-8108/ 2233-8110.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias mantém um projeto contínuo humanitário, além do projeto “Mãos que ajudam”. Todas as doações vieram de membros e amigos da instituição religiosa. Em Petrópolis, são 2.100 membros, divididos em seis unidades, em Cascatinha, Corrêas, Alto da Serra, Coronel Veiga e Centro.

“O programa de ajuda humanitária é um programa mundial, que tem como objetivo ajudar a comunidade em momentos de desastres, calamidades ou até mesmo pandemias, como estamos vivendo hoje. O nosso objetivo é o de servir. Aprender que a maior demonstração de amor ao próximo é o servir. É isso que aprendemos com o exemplo de cristo”, explica Alex Sander Estrella da Silveira, presidente da igreja.

“Estamos muito felizes em poder participar dessa ajuda à comunidade. Sabemos que isso não resolve todos os problemas, mas acreditamos que essa pequena demonstração será possível, de alguma forma, minimizar os efeitos dessa pandemia”, completa ele.

Além de alimentos, as doações também podem ser feitas em dinheiro, através da conta da APPO: Banco Itaú, agência 9244, conta corrente 24940-6, CNPJ: 36.548.949/0001-78. Uma porcentagem das doações fica para ajuda dos pacientes oncológicos e outra é revertida em compras para as famílias em vulnerabilidade social.

Ponto de coleta com parceiros:

Armazém do Grão; Terê Frutas; DIB; Megadelli e Grandelli; Super Market; Super Bingen; Super Serra; Mercado Delei; Empório Multimix; Multimix; Xodó de Minas; Super Bingen; Rede Economia; Tá no Gosto, Bread Fruit, Green Fruit e Petro Verde.

Após problemas com a água consumida e deterioração nas paredes da cozinha, novo local passa a servir cerca de 120 refeições diariamente

Foram quase dois anos fechado devido às obras de recuperação. Após problemas com a água, e deterioração parcial nas paredes da cozinha, o refeitório do Centro de Saúde foi entregue, na manhã desta quarta-feira (01/07), ao prefeito. As obras trouxeram um local mais amplo e capaz de servir, diariamente, cerca de 120 refeições. Além disso, o novo refeitório passa a contar com cardápios montados por uma nutricionista exclusiva.

As obras de reforma atendem às recomendações, e solicitações, feitas por órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Conselho Regional de Nutrição e Organização Mundial de Saúde (OMS). Exigências, como telas em todas as janelas, espaçamento entre os usuários nas filas e pias com sabão líquido e álcool em gel foram devidamente cumpridas no atendimento aos requisitos básicos durante a pandemia do novo coronavírus.

“Todas as modificações realizadas com as obras do refeitório tiveram o objetivo de dar mais conforto ao dia a dia dos funcionários. Atendemos todas as exigências dos órgãos competentes e treinamos as equipes de atendimento para que a qualidade do refeitório sirva de exemplo na cidade. Além disso, nossas equipes de limpeza vêm dando conta do recado, fazendo a limpeza e higienização no local a cada turno de refeições”, explicou a nutricionista clínica do ambulatório do Centro de Saúde, Renata Simoni.

Quinta, 09 Julho 2020 - 14:49

Higienização acontece no Quitandinha

O serviço de higienização aconteceu no Amazonas e na Vila Ipanema nesta quarta-feira (01.07). A limpeza realizada pela Águas do Imperador contou com aplicação de hipoclorito de sódio 0,5%, um tipo de alvejante que elimina vírus e bactérias presentes em superfícies. O prefeito acompanhou a ação, que é uma das medidas adotadas pelo município para o combate ao coronavírus em Petrópolis.

Desde o início da pandemia, a Águas do Imperador já percorreu mais de 900 km de ruas – passando por todos os bairros da cidade – aplicando mais de 2 milhões de litros de hipoclorito de sódio. Na semana passada, o serviço da concessionária aconteceu na Comunidade Oswaldo Cruz, no Sargento Boening, Morin, Vale do Carangola e Alto da Serra.

Já a Comdep promoveu ações de higienização hoje (01) na Estrada Mineira, Corrêas, Nogueira, Duarte da Silveira e no Bairro Castrioto. À noite, a higienização acontece no Centro (ruas do Imperador, 16 de Março, Paulo Barbosa, Caldas Viana, Prudente Aguiar, Irmãos D'Ângelo e Praça da Inconfidência).

Com mais vagas disponíveis, cidade mantém baixo índice de internações. Prefeito egue plano de assegurar a saúde da população

O prefeito esteve na manhã desta quarta-feira (01/07) no Hospital Nossa Senhora de Aparecida (HNSA), no bairro Valparaíso, para receber mais seis leitos de UTI que servirão de unidades de retaguarda na guerra contra o coronavírus. Além das novas vagas, o município recebeu, também, uma nova sala de raio-x que servirá de apoio à população após o período da pandemia.

A primeira entrega de leitos da unidade contou com 37 vagas específicas à internação e tratamento da COVID-19. Recentemente, mais 12 leitos foram disponibilizados ao município e, hoje, Petrópolis recebeu mais seis. Outras doze vagas devem ser entregues até o fim do mês de julho, fortalecendo, ainda mais, a retaguarda montada pela prefeitura na prevenção aos casos de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Resolução será criada formalizando a decisão que diz respeito à rede municipal de Educação

O Conselho Municipal de Educação – COMED - aprovou nessa terça-feira (23.06) de forma inânime o cômputo de horas letivas a partir do uso da plataforma “Educa em Casa”. A decisão se refere a rede municipal: os alunos estão realizando as atividades propostas pela Secretaria de Educação desde o início do uso da plataforma, em 20 de abril. O assuntou foi abordado durante uma reunião extraordinária realizada de forma remoto.

A plataforma, que está armazenada no site governamental do município e foi criada sem custos para o poder público, é atualizada semanalmente pela equipe da Secretaria de Educação e conta com atividades para educação infantil, ensino fundamental e médio, além da EJA – Educação de Jovens e Adultos. A plataforma também tem conteúdo especifico para a educação especial.

Através de votação, o COMED também validou como 100 horas letivas o uso da plataforma desde que foi criada e disponibilizada para a rede municipal -  em 20 de abril - até essa semana. A decisão será formalizada através de uma resolução.

Vale lembrar que os alunos que não tem acesso à internet, ou, tem dificuldade de acesso, estão recebendo as atividades de forma impressa respeitando as normas sanitárias. A Secretaria de Educação está acompanhando a evolução do uso da plataforma a partir da devolutiva das equipes gestoras das unidades escolares. A plataforma está disponível através de um link no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br.

Estabelecimentos devem seguir as determinações da Vigilância Sanitária, previstas em decreto, para prevenção do contágio do novo Coronavírus.

Nesta terça-feira (23.06), uma nova ação de fiscalização da operação “Faça Sua Parte” teve como foco os salões de beleza, que voltaram a funcionar neste processo de retomada gradual das atividades comerciais. Fiscais do Procon, Vigilância Sanitária e Secretaria de Segurança, Serviços e Ordem Pública – SSOP (com apoio da Guarda Civil) percorram estabelecimentos no Centro Histórico, orientando sobre as medidas de saúde de pública, que devem ser adotadas para evitar a disseminação da Covid-19.

Cerca de trinta estabelecimentos foram visitados pelos agentes públicos, nas Ruas Irmãos D’Ângelo, 16 de Março, Nelson de Sá Earp, Imperador, Paulo Barbosa, Travessa Vereador Prudente Aguiar e Porciúncula. “O primeiro ponto que estamos cobrando é a utilização da máscara, tanto de funcionários, quanto clientes. A utilização do álcool em gel 70% para higienização das mãos, que deve ser colocado de preferência na entrada do estabelecimento, para que a higienização ocorra antes do ingresso no local. O tapete com hipoclorito, também ajuda nesse processo de higienização de quem chega ao estabelecimento. Depois é importante que se calce o protetor para os sapatos”, informa Mariana Reis, fiscal da Vigilância Sanitária.

Depois de passar 85 dias com o salão fechado, se preparando para a retomada da atividade, a Ana Lúcia Baião, dona de um salão de beleza, treinou os profissionais para a nova realidade sanitária e preparou o estabelecimento para se adequar às medidas estabelecidas em decreto.

“Primeiro, acho importante dizer que era necessário fechar o comércio. Se o prefeito não tivesse decretado, eu mesma teria fechado o salão, em função do risco de contaminação. Nesse período, nós nos adequamos. Higienizamos o salão, criamos protocolos. Cada cliente que chega usa sapatilha, álcool em gel disponível para os clientes. Não estamos servindo café e água. Ainda estamos trabalhando com agendamento, para evitar que o salão fique cheio. Me preocupo muito com os funcionários, para que ninguém adoeça. Estamos tomando todos os cuidados para evitar que aconteça um novo pico da doença e tenhamos que fechar novamente”, revela a comerciante.

Segundo o Procon, lembra ainda que a ação nos salões teve como principal objetivo conscientizar os comerciantes a retomarem os serviços de forma segura para eles e para os consumidores.

Petrópolis recebeu novos equipamentos para o Centro de Referência Especializado da Assistência Social, o CREAS. São computadores, projetores, TVs, bebedouros, aparelhos de ar condicionado, entre outros. O material é referente ao convênio com o Ministério da Cidadania. Além de melhorar a qualidade do serviço no CREAS que funciona no Centro Histórico, os equipamentos também serão usados no Centro que está sendo planejado para atuar nos distritos. Os itens foram adquiridos a partir de emenda parlamentar.

O CREAS oferta serviços voltados para pessoas e famílias em situação de risco social, por violação de direitos. São pessoas que sofreram ou sofrem com violência física, psicológica e negligência; discriminação sexual ou racial; cumprimento de medidas socioeducativas, entre outras. Atendimentos que são gerados por demandas espontâneas da população, através de denúncias feitas na própria unidade ou pelo Disque 100 e por casos que são encaminhados pela Vara da Infância, Juventude e Idoso.

Entre os itens adquiridos estão refrigerador, fogões, impressoras, projetores, TVs LED, telas de projeção, bebedouros, aparelhos de ar condicionado, mesas, cadeiras executivas e computadores. O CREAS funciona na Rua Dom Pedro, 353, Centro.

Sirenes móveis reforçam a importância do isolamento social

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias realizou a operação Alerta Coronavírus na Mosela nesta terça-feira (23.06). Com o apoio de um veículo operacional equipado com as sirenes móveis, os agentes reforçam a importância do isolamento social e pedem que a população use máscaras. A ação fortalece o trabalho de prevenção realizado pelo município, com o objetivo de evitar a contaminação por Covid-19.

A ação aconteceu nas ruas Cândido Portinari, Batista da Costa, Mario Gelli e Luiz Winter. Na semana passada, a operação foi realizada nas ruas Nova, 24 de Maio, Gonçalves Dias e na Euclides da Cunha, além do Quissamã, Itamarati, Corrêas, Nogueira e Cascatinha. As mensagens pedem para que a população, se possível, fique em casa.

Na outra semana, o trabalho havia acontecido na Mosela, Moinho Preto, Jorge Justen, João Xavier, Capela, Brejal, Posse, nas ruas do Imperador, 16 de Março e Paulo Barbosa, Bosque do Imperador, Praça da Inconfidência, além do Capitão Paladini, Olga Castrioto, ponto final do Vital Brasil e Siméria.

A operação Alerta Coronavírus é permanente e conta com o apoio de quatro veículos operacionais equipados com as sirenes.

Outra ferramenta usada para reforçar os apelos por higiene pessoal e distanciamento social é o alerta de WhatsApp da Defesa Civil. As mensagens estão sendo enviadas diariamente para os usuários cadastrados. O número é o (24) 98863-5497.

O prefeito acompanhou a higienização das ruas no Vale do Carangola nesta terça-feira (23.06). O serviço realizado pela Águas do Imperador contou com aplicação de hipoclorito de sódio 0,5%, um tipo de alvejante que elimina vírus e bactérias presentes em superfícies. O serviço, que em parceria da prefeitura com a concessionária, é mais uma medida preventiva do governo municipal ao coronavírus – vetor da Covid-19.

Desde o início da pandemia, a Águas do Imperador já percorreu mais de 800 km de ruas – passando por todos os bairros da cidade – aplicando mais de 1,9 milhão de litros de hipoclorito de sódio. Ontem, por exemplo, o serviço de limpeza aconteceu na Rua Teresa (entorno da praça e em frente ao BNH do Alto da Serra) e na Rua Chile, no Alto da Serra.

O secretário da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Jésus da Silva Vicente, destacou a importância da limpeza para o bairro. "A gente tenta conscientizar os moradores, falando da máscara e do álcool em gel, mas a higienização ajuda muito. Dessa maneira, a prefeitura faz a parte dela, e a gente busca fazer a nossa", disse.

A Comdep também promoveu ações de higienização nesta semana. Ontem (22) à noite, o serviço aconteceu nos terminais rodoviários de Corrêas e Itaipava e em frente a UPA Itaipava. Nesta terça, a limpeza será realizada no Quitandinha, Pontes do Fones, Castelânea, Praça Pasteur, Duas Pontes e Centro (ruas do Imperador, 16 de Março e Irmãos D'Ângelo).

Local foi criado nesse ano e já tem 91 crianças matriculadas

A rede municipal de Educação ganhou, nesse ano, um reforço importante no oferecimento de vagas para a educação infantil. Só no primeiro semestre – antes do início da pandemia do coronavírus – três novos espaços já tinham começado a funcionar na rede, com a oferta de mais de 500 vagas. Um deles, o CEI Professora Anna Maria Nardi, no Quissamã, foi inaugurado oficialmente nessa terça-feira (23.06) pelo prefeito, através de live no Facebook. O CEI Professora Anna Maria Nardi já tem 91 crianças matriculadas, do berçário até o 5º período da educação infantil.

O CEI ganhou o nome da professora da rede municipal, Anna Nardi, que trabalhou muitos anos no Departamento de Inspeção Escolar e ajudou o município a construir várias legislações educacionais. O CEI possui berçário, sala de estimulação, solário, área de convivência, refeitório, lactário, elevador e banheiros em todas as salas de aula – 11, além de capacidade de atendimento de até 130 crianças. “O lugar é lindo, confortável e foi carinhosamente preparado por toda equipe do CEI para atender as crianças, que já estavam em adaptação. Tenho certeza que, após a pandemia, elas retornarão e serão muito felizes no CEI”, completou Bernardo Rossi.

Para se tornar um CEI, o imóvel ganhou telas de proteção, pintura e adaptação para deficientes – como um banheiro específico, além do elevador. Brinquedos didáticos novos, cadeiras, mesas e cadeirinhas de alimentação também foram entregues no local que, possui, ainda, um sistema de luz solar.

A diretora do CEI Professora Anna Maria Nardi, Andresa Chaves, ressaltou a importância do bom atendimento para as crianças que estão na educação infantil. “É a fase da descoberta e todos os estímulos contribuem para o desenvolvimento da criança, principalmente o cognitivo. O CEI foi todo preparado pensando nisso e tenho muito orgulho de fazer parte dessa história”.

Ampliações e novos CEIs garantem aumento na oferta de vagas

Desde 2017 o poder público vem investindo no aumento da oferta de vagas na educação infantil. Ampliações e abertura de novos Centros de Educação Infantil – realizadas antes da suspensão das aulas devido à prevenção ao coronavírus - garantirão que até o final do ano sejam contabilizadas na rede municipal a criação de mais de duas mil vagas nos CEIs.

Além dos novos CEIs que foram abertos nesse ano pelo poder público – CEI Monsenhor Paulo Daher (Centro), CEI Anna Maria Nardi (Quissamã) e CEI Dagmar Rolando (Corrêas), a Secretaria de Educação também aumentou o número de vagas ofertadas em espaços já em funcionamento em bairros como Bingen, Centro e Jardim Salvador. Um outro CEI, o Boa Vista, este em fase final de obras.

Pagina 12 de 1497

Banner INFOS ATUAIS2

Notícias por data

« Agosto 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31            

Prestação de conta COVID-19

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo