O trabalho de todos os órgãos de segurança garantiu mais um evento seguro e organizado em Petrópolis. Entre a noite de sexta-feira (21.02) e terça-feira (25.02), a Guarda Civil não registrou ocorrências graves. O trabalho realizado pelo governo municipal, ao lado da Polícia Militar e das delegacias, teve início com o choque de ordem no Centro e se estendeu para a cobertura dos blocos e das atrações promovidas pela prefeitura.

O choque de ordem na Rua 13 de Maio reuniu outros órgãos da prefeitura, como CPTrans e Fiscalização de Posturas, da Vara da Infância e da Juventude e do Conselho Tutelar. Representantes da Guarda Civil, o comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar, Christoph Carvalho, e o delegado da 105ª DP, Cláudio Batista, também estiveram presentes no trabalho.

Guarda Civil, com o grupamento de operações com cães, PM, delegacia, CPTrans, Fiscalização de Posturas, Vara da Infância e Juventude e Conselho Tutelar mobilizaram mais de 30 agentes e 12 viaturas. O trabalho contou com o ônibus de videomonitoramento operado pela Guarda, dois reboques, sinalização sobre o bloqueio de vagas de estacionamento, uma estrutura para o trabalho dos conselheiros tutelares, ônibus da PM.

Outro local onde houve atuação na sexta-feira foi o bairro de Corrêas, onde houve aglomeração de pessoas. Durante o trabalho, foram registradas apenas ocorrências de trânsito, com quatro carros rebocados e duas notificações por estacionamento irregular, além de oito notificações por uso de celular ao volante.

A Guarda Civil mobilizou pelo menos quatro agentes em diversos eventos durante o carnaval para realizar o patrulhamento preventivo e organização de trânsito. A programação de carnaval organizada pela prefeitura teve quase 50 atrações nos cinco palcos do evento – Alto da Serra, Corrêas, Nogueira, Pedro do Rio e Posse –, além de oito blocos que saíram em Alto da Serra, Centro, São Sebastião, Nogueira, Bairro Esperança, Cascatinha e Corrêas.

Ações nas escolas e em espaços públicos se destacam na programação

O calendário do setor de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente para 2020 está disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). A programação conta com palestras em escolas, instalação de placas de sinalização em cachoeiras e trilhas, capacitação de professores, caminhadas ecológicas e as etapas da campanha de recolhimento de lixo eletrônico. As atividades fazem parte do projeto Inteligência Ambiental (IA) criado pela pasta em 2017 para conscientizar a população da importância da preservação da natureza.

Em março, estão previstas as reuniões do CONDEMA e do Conselho do Parque Natural. Além disso, no mesmo mês, professores da rede serão capacitados para atuarem dentro do IA. Uma etapa da campanha de recolhimento de lixo eletrônico está prevista para o dia 27. O calendário nas escolas, com palestras em parceria com a Coordenadoria de Bem-estar Animal (Cobea), está em fase final de elaboração.

Nas escolas, no primeiro semestre, serão desenvolvidos trabalhos em cima dos temas unidades de conservação e água, cidadania e patrimônio e meteorologia e Defesa Civil. Para o segundo, serão os eixos de bem-estar animal, resíduos sólidos e artesanato, sementes e atividades de reflorestamento com árvores da Mata Atlântica.

"O trabalho consiste em conscientizar a população e, principalmente, os jovens, de que o planeta já está em uma fase crítica de transformações por causa do uso excessivo dos recursos naturais", explica o responsável pelo setor de Educação Ambiental, Anderson Campos.

O projeto também criou a Cartilha da Educação Ambiental sobre a Unidade de Conservação Rebio Tinguá e está implantando placas de sinalizações educacionais socioambientais em todo município, inclusive nos distritos. 

Para a elaboração da metodologia das atividades, foram seis meses de trabalho com estudos e mapeamento, para produzir um diagnóstico real e eficaz do município, ainda no primeiro ano da gestão.  “Queremos aumentar as vertentes da Educação Ambiental. A ideia é evidenciar as ações para todo o município”, aponta Anderson Campos.

Petrópolis segue orientações do Estado e do Ministério da Saúde para sistematizar ações

A Secretaria de Saúde (SMS) ainda não registrou nenhum caso suspeito de coronavírus no município. No entanto, segue as orientações da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para a sistematização e padronização do atendimento caso haja pacientes com suspeita da doença. Além disso, um plano de contingência municipal está sendo preparado e será apresentado ao Estado.

O plano de contingência reúne as medidas a serem tomadas como resposta antecipada em caso de surto da doença. A exemplo do plano estadual de resposta de emergência ao coronavírus, no plano municipal serão estabelecidas as ações em cada etapa, desde a movimentação para impedir a propagação do vírus no município, até em caso de surto da doença, criando todo o fluxo de procedimentos a serem tomados pelas autoridades de saúde.

No caso de prevenção, tratamento e isolamento dos casos, o município segue os protocolos e notas técnicas emitidas pela Secretaria de Estado e pelo Ministério da Saúde. No caso de comunicação dos casos, já existe no município o fluxograma para a notificação à SES sobre as suspeitas.

Hoje, o alerta médico, segundo o protocolo federal, é direcionado aos casos de pessoas com sintomatologia respiratória que tenham histórico de viagens para as áreas de transmissão nos últimos 14 dias.

As unidades de saúde de urgência e emergência já têm orientação para ficarem alertas aos pacientes com os sintomas. As unidades possuem máscaras de proteção que são disponibilizadas aos pacientes com suspeita de doenças infectocontagiosas. A orientação é do uso de máscaras para os pacientes que chegarem com sintomas de doenças respiratórias, além do início da investigação sobre o histórico das doenças que a pessoa já apresentou em momentos anteriores.

Na próxima semana, a Vigilância em Saúde fará um treinamento para profissionais das áreas de saúde, pública e privada, para apresentar o plano e também reforçar os procedimentos a serem tomados caso apareça algum caso suspeito da doença.

As orientações principais são: evitar contato muito próximo com pessoas com infecções respiratórias e sintomas da doença; lavar corretamente as mãos frequentemente e usar álcool em gel para desinfetar; usar lenço descartável para a higiene nasal; evitar tocar mucosa de nariz, boca e olhos; quando espirrar ou tossir cobrir nariz e boca; não compartilhar talheres, copos, garrafas ou pratos; manter ambientes ventilados e evitar aglomerações e ambientes fechados.

O turismo confirmou, mais uma vez, a importância do setor para a economia da cidade. No período do Carnaval – de sexta (21.02) a quarta-feira (26) – a média da ocupação hoteleira em todo município chegou a 86%, com destaque para os hotéis e pousadas dos distritos – Corrêas, Nogueira, Itaipava, Araras, Pedro do Rio e Posse -, que ocuparam 94% dos seus leitos. Com circuitos turísticos para todos os gostos, Petrópolis já é tradicionalmente conhecida pela escolha dos viajantes nos dias de folia.

Durante a festa, a Cidade Imperial contou com o Carnaval dos bairros, como no Alto da Serra, Corrêas, Nogueira, Pedro do Rio e Posse, com atrações para toda a família, mas muitos dos visitantes que sobem a Serra escolhem o “bloco do descanso” e, por isso, estabelecimentos que priorizam o contato com a natureza são os mais procurados neste feriadão. Foi o caso da Pousada das Araras, que registrou 99% de ocupação no período.

“O feriado foi ótimo. Fomos muito procurados por aquelas pessoas que queriam fugir da folia, da cidade, com o objetivo de relaxar, do contato com a natureza”, explica a responsável pelo setor de reservas da pousada, Thais Machado.

Para os que procuravam passeios culturais, principais pontos turísticos do município, como Museu Imperial, Museu Casa do Colono, Museu de Cera, Museu de Porcelana, igrejas e parques também estiveram abertos durante o feriadão.

Foram abertas as inscrições para os cursos do Centro de Referência da Juventude (CRJ). As aulas terão início na primeira semana de março. Jovens a partir de 10 anos podem se inscrever. No espaço, localizado no Alto da Serra, serão ofertados oito diferentes cursos e atividades, entre esporte, capacitação profissional e lazer. Petrópolis é a única cidade fora da região metropolitana do Rio a receber o equipamento. A atuação do CRJ é fruto de uma parceria entre o governo municipal e a Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude.

O CRJ disponibiliza, inicialmente, 60 vagas para cada curso. A expectativa é que as vagas sejam ocupadas após a primeira semana de inscrições.

“Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo a qualificação profissional é o diferencial para garantir a inserção desses jovens. Desde 2017 já formamos mais de mil alunos em nossos cursos profissionalizantes e atendemos mais de duas mil pessoas em nosso espaço. Estes números mostram o interesse da população por esse tipo de serviço e que o governo Bernardo Rossi está avançando na implementação de políticas públicas efetivas para nossos jovens", destaca Carina Poirier, coordenadora do Centro.

Os cursos oferecidos são: jovem aprendiz (para jovens de 14 a 22 anos), capoeira, taekwondo, zumba, operador de máquinas pesadas (jovens acima de 18 anos), dança do ventre e futsal. Além dessas atividades, um dos destaques é o Projeto Empoderadas, que vai ensinar defesa pessoal para mulheres e ainda ofertar acompanhamento psicológico e encaminhamento para o mercado de trabalho para as vítimas de violência doméstica.

“O Projeto Empoderadas da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado do RJ faz parte de uma política de extrema importância e que deu muito certo em parceria com a prefeitura de Petrópolis.", enfatizou a coordenadora do CRJ.

As inscrições podem ser feitas no Centro de Referência da Juventude, localizado na Rua Santo Antônio, número 248, no Alto da Serra, e também no Centro de Cultura Raul de Leoni, que fica na Praça Visconde Mauá, 305, Centro. Para realizar a inscrição é preciso levar carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e 3 kg de alimentos não perecíveis. Os menores de idade precisam estar acompanhados por seus responsáveis. O horário de atendimento é das 9h às 17h e de 9h às 14h, de segunda a sexta. Maiores informações pelo telefone (24) 2291-6130 ou pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

Inscrições até o final de fevereiro

A Secretaria de Educação abriu inscrições para mais uma formação. Dessa vez, o tema será: “Planejamento Pedagógico” e os encontros são direcionados para orientadores e diretores. As inscrições devem ser feitas até o dia 28 de fevereiro pelo email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O conteúdo será ministrado pela professora da rede municipal e doutora em educação, Bianca Della Nina. A formação será dividida em dois grupos: Grupo 1: 05/03; 02/04 e 07/05 das 9h30 às 12h e Grupo 2 - 05/03 / 07/05 das 14h às 16h30, na Casa da Educação Visconde de Mauá- Avenida Barão do Rio Branco, nº 03.

Na inscrição os profissionais deverão especificar a função e unidade de ensino em que atuam. Importante que as escolas sejam representadas nessa formação. Oportunidade para tirar dúvidas e relatar experiências positivas vivenciadas nas unidades de ensino.

A participação ativa dos servidores nas formações vem mostrando resultados positivos na rede municipal. A equipe técnica da Secretaria de Educação mantém formações regulares com servidores justamente para manter o contato direto com as equipes que estão nas escolas. No último ano, módulos foram realizados inclusive com diretores.

Equipamentos foram abandonados pela Ong Viva Rio

A prefeitura assumiu emergencialmente as sirenes da região do Vale do Cuiabá (Gentio e Buraco do Sapo). Os equipamentos haviam sido abandonados pela Ong Viva Rio, que financiava a manutenção do serviço. Os pluviômetros foram reinstalados e as réguas linimétricas (que medem a altura do rio) estão sendo calibradas. A novidade faz parte da Operação de Carnaval 2020 da Defesa Civil de Petrópolis.

Também dentro da Operação Carnaval 2020, ainda na região do Vale do Cuiabá, uma sirene móvel dará suporte à Defesa Civil em caso de chuvas fortes. Um veículo operacional, equipado com as cornetas, será usado para alertar os moradores sobre inundações.

A previsão, a partir desta sexta (21.02) até a próxima terça-feira (25), indica a possibilidade de até 175 milímetros de chuva em Petrópolis. A Operação Carnaval 2020 terá o contingente de 52 agentes de prontidão 24 horas para atender aos chamados dos moradores, que podem ser feitos pelo telefone 199.

As equipes da Defesa Civil também irão monitorar os radares e os pluviômetros e, em caso de necessidade, poderá acionar as sirenes do sistema de Alerta e Alarme. São 20 conjuntos espalhados em 12 comunidades. Todos os equipamentos continuam funcionando perfeitamente.

A licitação para o contrato de 20 unidades foi realizada em dezembro do ano passado

O prefeito assinou hoje (21.02) o contrato de prestação de serviço com o Hospital Clínico de Corrêas (HCC) para o uso de 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).  Esta é a última etapa do processo, que começou em dezembro do ano passado, para ampliar os números de vagas no município. Com mais essa quantidade, Petrópolis passou a contar com 63 UTIs adulto credenciadas à rede SUS.  

O diretor do HCC falou sobre a prestação dos serviços médicos para o município. “O Hospital Clínico de Corrêas há mais de 60 anos mantém convênio com a prefeitura e isto para nós é uma representatividade enorme, porque o SUS serve ao povo e nós somos povo. Melhoramos nosso hospital, fizemos um hospital de primeiro mundo, oferecendo todas as especialidades médicas, centro cirúrgico e UTI. Essa parceria nos traz o ímpeto de fazer sempre o melhor”, disse Marco Paulo Vianna Cordeiro.

O convênio a que se referiu a secretária de saúde foi celebrado no início deste mês e irá destinar cerca de R$ 25 milhões para a execução de obras e aquisição de equipamentos para Atenção primária, média e alta complexidade para a saúde. 

752 alunos estão matriculados nas aulas gratuitas de natação e hidroginástica

“Vale muito a pena participar das aulas na piscina. Me sinto revigorada, não falto de jeito nenhum! Com a idade a gente precisa mesmo se movimentar e fazer exercícios e essa piscina é maravilhosa”, disse Marly Borsato, de 74 anos, aluna das aulas de hidroginástica da E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues. Marly fez questão de prestigiar a inauguração da reforma da obra na piscina da E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues, nessa sexta-feira (21.02.2020), em Pedro do Rio. Atualmente, 752 alunos estão matriculados nas aulas de natação e hidroginástica que são oferecidas na piscina: são alunos de escolas da rede municipal e moradores da comunidade. O prefeito marcou presença no encontro e parabenizou a equipe da escola e também os alunos pelo esforço e dedicação.

O chefe do executivo salientou que só nesse início de ano foram realizadas melhorias em 36 instituições de ensino - escolas e Centros de Educação Infantil. Desde 2017 foram 117 reformas com um gasto de mais de R$ 3 milhões. As melhorias compreendem a colocação de alarmes, pintura e reparos nos telhados. Além disso, a atual gestão do poder público retomou a obra no prédio da E.M Jandira Peixoto Bordignon, no Quitandinha, mais um ganho para a rede municipal de Educação.

Marly, agradeceu o prefeito pela reforma. Desde que a piscina foi criada, há 15 anos, é a primeira vez que o espaço passa por uma reforma com a troca de azulejos – mais de 600 foram trocados durante as férias escolares. “Só tenho a agradecer ao prefeito por esse cuidado com a nossa piscina”, completou Marly.

A festa na piscina contou, ainda, com aulão especial com os alunos do projeto ISE – Inclusão Social Esportiva – criado em 2018 e que promove aulas com alunos que possuem deficiência. “A natação mudou a vida dos meus filhos. Faz toda a diferença no desenvolvimento deles. Eles gostam tanto e fica tão felizes que eu também quero me inscrever nas aulas de hidroginástica. A escola é maravilhosa, a equipe é ótima e estou feliz em estar aqui nessa inauguração”, disse Vilma Oliveira de Lima, mãe do Caio Oliveira, de 14 anos e da Ana Carla, de 8 anos – ambos diagnosticados com Síndrome de Down.

“Os alunos adoram a piscina. Também atendemos muitas pessoas da terceira idade e eles são ainda mais entusiastas das aulas. O esporte faz bem à saúde e é isso que tentamos incentivar nas aulas, por isso são todas dinâmicas, acompanhadas por profissionais. A reforma chegou em boa hora e estamos muito felizes. Agradeço ao prefeito e a secretária de Educação por todo apoio”, disse o diretor da E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues, Ney Marcos de Paula Júnior.

As aulas de natação e hidroginástica são oferecidas para crianças a partir dos 8 anos e para adultos sem limite de idade. Os interessados podem procurar a secretaria do centro esportivo da E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues durante a semana. Para a inscrição é necessário a apresentação do atestado médico. A escola fica na Estrada Dr. Barros Franco, s/n, Pedro do Rio.

A E.M Monsenhor João de Deus Rodrigues oferece, ainda, aulas de basquete e dança de salão, além de atender aproximadamente mil alunos, em três turnos de atendimento, do 4º período da educação infantil até o 9º do ensino fundamental e ainda mantêm aulas do EJA (Educação de Jovens e Adultos) no turno da noite.

Diversão com direito a bloco, desfile e muita alegria

Os 130 alunos atendidos no CEI Herminia Matheus – entre 1 e 5 anos - deram boas-vindas no Carnaval de forma diferente: com direito a bloquinho e desfile de Carnaval. O tema da brincadeira foi “Carnaval com hidratação e sem desperdício”: além de brincar, as crianças chamaram a atenção das pessoas sobre a importância da água – desde a hidratação até o uso consciente.

Com faixas e copos de água com a mensagem - Mais amor em cada gota – as crianças animaram o bairro São Sebastião. “Cada vez mais a preservação do ambiente tem se tornado uma tarefa diária na vida das pessoas. Aos poucos mudamos a nossa rotina e a adaptamos para que nosso estilo de vida cause cada vez menos impacto para a natureza. A água é um recurso fundamental para a existência da vida. Cabe a escola como agente formador de cidadãos desenvolver no aluno a consciência ecológica e ambiental, envolvendo também a comunidade para que tenham novas atitudes quanto ao uso da água”, explicou a diretora do CEI Herminia Matheus, Carla Corrêa.

Ainda de acordo com Carla, o projeto teve, ainda, como finalidade, abordar o cuidado e a preservação da água adotando estratégias de uso consciente. “Contribuindo para a formação de cidadãos responsáveis e ativos, aptos a atuarem diante da realidade de escassez da água decorrente da influência das ações humanas, além de desenvolver também hábitos saudáveis relacionados à saúde e higiene. Também abordamos a importância da água para hidratar nosso corpo nos dias de folia, com uso consciente e sem desperdício. Distribuímos um copinho de água mineral para todos os alunos e pessoas que participaram do bloquinho incentivando o consumo de água tão necessária para uma saúde e vida saudável”, completou Carla.

A atividade contou também com marchinha de carnaval: versão da música "me dá um dinheiro aí" para acompanhar o Bloquinho do Herminia: “Ei, você aí, vem cá se divertir, vem cá se divertir" No calor, na diversão, vai precisar de muita hidratação, com cuidado para não desperdiçar, vem logo vem pra cá, pro CEI Herminia brincar”.

Vale salientar que o CEI Herminia Matheus é um dos espaços educacionais que foram transformados pelo poder público em referência no atendimento da educação infantil. Desde 2018 o prédio funciona como CEI.

Pagina 1 de 1437

Notícias por data

« Fevereiro 2020 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
          1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29  

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

Cadastro da inscrição do IPTU para crédito da Nota Imperial

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

Relatorio CMVP

cmv-logo