A CPTrans está convocando à população para discutir a questão dos acidentes de trânsito dentro da programação do Maio Amarelo. Um seminário está programado para o próximo quarta-feira, (29.05), a partir das 9h, na FMP/Fase, na Avenida Barão do Rio Branco – 1003. Serão três eixos principais debatidos: o da Educação, o da Assistência e o da Fiscalização e Informação. O evento contará com palestras e mesas de debate durante todo o dia. O encontro também será uma oportunidade para discutir o Plano Municipal de Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans).  

O evento começa às 9h com a apresentação do relatório das ações educativas realizadas na programação do Maio Amarelo. Às 13h, o dr. Vinicius Brasil vai falar sobre o Atendimento de Trauma do Hospital Santa Teresa, seguido do depoimento de uma vítima de trânsito. Às 15h30 haverá a apresentação de capítulo do Plano de Mobilidade Urbana que trata sobre acidentes de trânsito e, logo em seguida, informações sobre Morbidade no município.

Serviço

Seminário: Prevenção de acidentes de trânsito e Plano Municipal para Redução de Acidentes de Trânsito (PMTrans)

Local: FMP/Fase – Avenida Barão do Rio Branco, 1003

Horário: 9h às 17h30

Programação:

9h às 9h30 – Apresentação das atividades do Maio Amarelo 2019

9h30 às 11h – Mesa de debate sobre Educação

11h às 13h – Intervalo

13h às 15h30 – Palestra sobre Atendimentos de Trauma do Hospital Santa Teresa; depoimento de vítima de acidente de trânsito, seguida de mesa de debate voltado à Assistência

15h30 às 16h – Intervalo

16h às 17h30 – Apresentação do capítulo sobre acidentes de trânsito do Plano de Mobilidade Urbana e palestra sobre Mortandade em Petrópolis

A inserção das Práticas Integrativas Complementares em Saúde no município foi o foco das discussões do primeiro Encontro sobre PICS realizado pelos profissionais da rede pública de saúde, nesta quarta-feira (22.05). A iniciativa segue as comemorações nacionais pelos 10 anos de criação da política pública, que em Petrópolis, ocorreu de forma antecipada à regulamentação do Ministério da Saúde.  Os benefícios das PICS, associados ao tratamento dos usuários da rede de saúde, são valorizados no município, que no último ano, passou a contar com quatro Academias da Saúde, além de oferecer os serviços em outras 17 unidades da atenção Básica.  

Tratamentos como acupuntura, auriculoterapia, homeopatia, florais, reiki, meditação, fitoterapia, yoga, meditação entre outros métodos são oferecidos na rede pública.

Em Petrópolis, os usuários contam com os serviços nas unidades da atenção básica e nas Academias da Saúde, que hoje são referência na prática. No mês em que se comemora a regulamentação das PICS, somente nas Academias da Saúde, foi registrado aumento de 27% nos atendimentos. As unidades do Castelo São Manoel, no Cremerie, em Itaipava e no Vale do Carangola realizam cerca de 400 atendimentos por mês.

A criação do setor dedicado especificamente para a oferta das PICS se deu para impulsionar a adesão pelos tratamentos alternativos.

A implementação das práticas alternativas na rede pública em Petrópolis conta com parcerias do Instituto Roberto Costa, com a inserção da homeopatia; da Fundação Oswaldo Cruz, com as plantas medicinais e com a Associação Petropolitana de Práticas Alternativas Complementares, oferecem as práticas de acupuntura, shiatsu, yoga, shantala, fitoterapia e florais nas Academias. “Hoje a rede conta com essas práticas integradas ao olhar do profissional. Trabalhamos com a ótica de que esse serviço tem que estar onde a comunidade está”, destaca psicóloga, responsável pelo Núcleo de Gestão, Educação e Saúde, Maria Zenith N. Carvalho, idealizadora da Academia da Saúde.

PICS fazem parte dos atendimentos nas unidades de Atenção Básica e Centro de Saúde 

A manutenção das PICS nas unidades de saúde da Atenção Básica garante que o serviço seja disseminado pelos territórios de atuação da rede pública. A implementação conta ainda com a dedicação dos profissionais da rede que agregam as PICS aos serviços oferecidos nas comunidades. A agente comunitária da região do Brejal, Maria Tereza Januário, há mais de 20 anos pratica o shiatsu com os moradores locais. “Identifiquei no shiatsu uma forma de ajudar as pessoas da região. Não tem nada que pague ver a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

O treinamento das brigadas operacionais que dão suporte ao 15° Grupamento de Bombeiro Militar de Petrópolis nos incêndios florestais foi um dos temas discutidos no encontro setorial entre os 58 órgãos que fazem parte do Plano Inverno municipal nesta quarta-feira (22.05).  A meta é preparar até 100 pessoas, entre agentes da Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, militares do Exército e da Aeronáutica, além de Bombeiros Civis, para atuarem no combate ao fogo durante o período de estiagem. A capacitação das equipes será coordenada pelo Corpo Bombeiros e está marcada para o dia 3 de junho no 32° Batalhão de Infantaria Leve/Batalhão Dom Pedro II, na Vila Militar.

Serão realizadas duas etapas de treinamentos: pela manhã a parte teórica e a tarde o trabalho prático. As equipes terão que apagar até 12 pequenos focos de incêndios florestais em uma trilha, além de uma queimada de grandes proporções no final da atividade.

A capacitação faz parte das ações do eixo operacional do Plano Inverno municipal, que vai contar também com o sobrevoo de drone nas áreas propensas aos incêndios florestais; a Blitz Verde; operações de caráter educativo distribuindo panfletos sobre os problemas causados pelas queimadas; além da elaboração de trabalhos sobre educação ambiental dentro do Defesa Civil nas Escolas estão previstas na programação.

Metodologia pioneira no país com relação as ameaças de inverno, o Plano Inverno municipal vem contribuindo na redução do número de casos de incêndios florestais: o 15° Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Petrópolis registrou 302 queimadas em 2017, sendo 174 atendidas pelo Destacamento de Itaipava. No ano passado, foram 174 casos ao todo, com 78 desses acontecendo na região do terceiro distrito.

O telefone da Secretaria de Meio Ambiente para denunciar os casos é o (24) 2233-8180. Ou ainda ligar para o Linha Verde, programa do Disque Denúncia do Rio de Janeiro exclusivo para recebimento de informações sobre crimes ambientais, através dos telefones 0300 253 1177 e (21) 2253-1177.

Petropolitanos e turistas terão a oportunidade de acompanhar mais um concerto de órgão da série de 2019 de Concertos da Catedral São Pedro de Alcântara. A igreja receberá no próximo domingo (26.05), às 15h, o mestre de capela e organista da Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro, Benedito Rosa, para uma apresentação com entrada gratuita. O renomado organista é bacharel em órgão, com medalha de ouro, e mestre em Música pela Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Possui ainda formação em cravo, piano, canto e regência coral.

Neste ano, a série recebe o apoio da prefeitura através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). Os concertos acontecem sempre às 15h, geralmente, no último domingo do mês. Os próximos eventos acontecerão nos dias 23 de junho, 28 de julho, 25 de agosto, 29 de setembro e 27 de outubro.

Com 2.227 tubos (que variam de 29 centímetros a 7 metros de altura), 33 registros, três teclados manuais e 1 pedal, o instrumento construído e instalado pelo organeiro Guilherme Berner foi inaugurado no dia 31 de janeiro de 1937.

“Neste ano já tivemos uma edição da série com o organista Marco Aurélio Lischt e, até o final do ano, teremos outros concertos. Muitas pessoas vêm para assistir aos nossos concertos”, frisa o Pároco da Catedral, Padre Adenilson Silva Ferreira.

Construção em estilo neogótico francês, a Catedral também abriga, no seu interior, o Mausoléu onde estão os restos mortais da Família Imperial (Dom Pedro II, Dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D’Eu) e também podem ser apreciadas as esculturas de Jean Magrou, Bertozzi, vitrais e pinturas de Carlos Oswald.

A Catedral São Pedro de Alcântara fica na Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro. Informações podem ser obtidas pelo Disque Turismo (0800-0241516) e na secretaria paroquial: 24 2242-4300.

Estão abertas as inscrições para turmas de jiu-jitsu do Agita Petrópolis no Centro. Poderão participar adolescentes de 12 até os 16 anos, desde que comprovem que estão estudando - independente da rede de ensino (municipal, estadual e particular). As aulas irão acontecer às quintas-feiras, de 15h às 17h, no Centro de Cultura. Os interessados em matricular seus filhos podem procurar a sede da Superintendência de Esportes e Lazer, na Praça Visconde de Mauá, no Centro ou ligar para o telefone (24) 2233-1218.

O núcleo do Agita Petrópolis no Centro atende cerca de 50 pessoas com aulas de ginástica e dança, de 8h às 10h. Com a ampliação, a prefeitura quer aumentar para 100 alunos atendidos regularmente pelo programa no local.

As aulas de jiu-jitsu para os jovens têm por objetivo melhorar a concentração, aumentar a autoestima, disciplina e saúde com segurança, acompanhados por um profissional. “Muito mais do que apenas golpes e posições marciais, nesta modalidade busca fortalecer a relação de amizade entre pais e filhos, formar o caráter e possibilitar que a criança atinja a adolescência com seus princípios morais já formados”, explicou Ricardo Rumayor, professor de educação física responsável pela atividade.  

O Agita Petrópolis oferece de maneira gratuita aulas de ginástica, alongamento ou dança no Contorno, Centro, Cascatinha, Vila Rica, Bairro da Glória, Caxambu, São Sebastião, Alto da Serra, Retiro, Bataillard, Oswaldo Cruz e Madame Machado. No Meio da Serra e no Pedras Brancas, são turmas de futsal e no Siméria e Contorno de futebol society. Na Estrada da Saudade, o basquete e o vôlei acontecem na Fábrica do Saber.

A prefeitura também estuda a inclusão de um núcleo em Itaipava, no Parque Municipal, com aulas de futebol society.

Além do programa regular, o governo municipal também mantém parcerias com projetos sociais e trabalha de maneira integrada entre as pastas, oferecendo diversas modalidades esportivas nos PSFs, nas Academias da Saúde e nas Escolas Municipais. A prefeitura também volta a realizar neste ano o Festival das Comunidades – programa itinerante pelas quadras comunitárias nos bairros da cidade.

A prefeitura está lançando licitação para contratar empresa responsável pelas barracas e outras estruturas, inclusive cenográficas, que serão usadas na Bauernfest e no Bunka-Sai deste ano. A vencedora ficará com o trabalho de confecção, reforma, pintura, transportes, montagem, desmontagem e guarda de toda a estrutura e acabamentos decorativos para os dois eventos. São mais de 100 elementos entre barracas, pórticos, liftas e estação do trenzinho.  O edital estará disponível no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).    A 30ª Bauernfest acontece entre os dias 14 e 30 de junho (exceto dia 20 – feriado de Corpus Christ) e o Bunka-Sai vai de 08 a 11 de agosto

O município já garantiu R$ 259 mil arrecadados com a venda dos espaços de 12 barracas de alimentos tipicamente alemães que ficarão na Rua Alfredo Pachá e na Praça da Liberdade. No dia 03 de junho, a prefeitura também vai licitar o espaço do restaurante da festa.  Esta verba reverte para custear o evento da Bauernfest, como a montagem das estruturas.

A empresa vencedora será contratada para o período de quatro meses e ficará responsável por 60 barracas da Festa do Colono Alemão (de comida, artesanato, cerveja artesanal, etc), além das estações do trenzinho, liftas de programação do evento, pórticos, cerca em formato típico germânico, entre outros artigos cenográficos que fazem parte da festa. Para o Bunka-Sai são 11 barracas cenográficas, além de liftas, pórtico, pallets para as estruturas, 40 metros de cercas vermelhas para composição cênica do espaço, etc. As duas festas terão barracas diferentes, de diversos tamanhos, produzidas com a temática de cada uma, com arquitetura no estilo alemão e no estilo japonês, respectivamente. 

As barracas precisam ser funcionais para abrigar estoques e preparo de comida, artesanato, entre outros artigos, e também os funcionários. Além disso, precisam estar de acordo com a cenografia da festa. No caso da Bauernfest, há ainda a barraca do restaurante, na Casa Visconde de Mauá, com estrutura diferenciada.

O pregão tem valor estimado em R$ 356.654,93, ou seja, esse é o teto, o valor máximo que poderá ser pago pelo serviço. Ganha a empresa que oferecer o menor valor. O certame acontece no dia 04 de junho, às 14h, no Centro Administrativo da Prefeitura.

O trabalho de limpeza da cidade segue em ritmo intenso: desde janeiro, foram removidos 55 mil toneladas de entulho em todo município. Ao mesmo tempo, a Comdep segue com os esforços para coibir e conscientizar a população sobre a prática irregular. Uma das medidas é a instalação de placas indicando a proibição do despejo de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos sobre ruas e calçadas. Locais como Secretário, Nogueira, Roseiral, Centro e Quitandinha receberam o equipamento com as informações nas últimas semanas.

As placas indicam a proibição do despejo, como estabelecido pelo Código de Posturas. Nelas estão indicadas a multa que o infrator pode receber em caso de flagrante (R$ 800). Também é disponibilizado o contato da Comdep (2292-9500), um dos canais onde é possível fazer denúncias sobre a prática irregular. Só neste ano, houve instalação de placas no Floresta, em Itaipava, em Madame Machado, no Centro, em Nogueira, no Vila Felipe e na Estrada da Saudade. Nos últimos dias, a localidade Cachoeira da Rocinha (Secretário), a Estrada do Palmital (Nogueira) e as ruas Oliveira Bulhões (Roseiral), Dr. Sá Earp (Centro) e Getúlio Vargas (Quitandinha).

As peças são feitas pela própria Comdep em chapa de alumínio e presas em uma estaca de madeira, que são fixadas no chão. Na placa também está indicado um dos caminhos para fazer o descarte correto, o Disque Entulho, que faz o recolhimento gratuito a partir de agendamentos pelo telefone 2243-7822.

O entulho deve ser levado para o aterro de Pedro do Rio, mas para quem tem dificuldade de fazer o descarte correto, há o serviço gratuito oferecido pela Comdep. É só ligar e marcar o recolhimento em casa de até 20 sacos com 25 kg. Dessa forma, todas as pessoas podem fazer o descarte como determina o Código de Posturas e está contribuindo para a limpeza da cidade. O Disque Entulho possui rotas fixas de segunda a sexta, mas moradores de outros bairros também podem ser atendidos de acordo com a disponibilidade.

Além das placas de proibição do descarte de entulho, outras medidas já adotadas pela Comdep para coibir a prática irregular foi a instalação de canteiros de jardins e a colocação de telas em áreas com descarte frequente.

O trabalho de coleta de entulho foi feito em seis bairros nesta quarta-feira (22.05): Duarte da Silveira, Bingen, Quarteirão Ingelheim, Alto da Serra, Castelo São Manoel e Águas Lindas.

Petrópolis vai receber no próximo mês mais um importante evento de cavalos no Parque Municipal, em Itaipava. Entre os dias 19 e 22, acontece a 34ª Exposição Estadual do Cavalo Mangalarga Marchador, com haras e criadores vindos dos quatro cantos do país. O evento, que vai reunir cerca de 300 animais, conta ainda com leilão transmitido ao vivo, exposição de carros antigos, feira de artesanato (Trama Design) e “Bailão do Peão”. A entrada é gratuita.

Os eventos de equinos no parque – assim como aconteceu durante a 30ª Expo Agropecuária, com eventos do cavalo Campolina e do Pampa – movimentam a região e aquecem a economia da cidade.

As parcerias com a iniciativa privada vão continuar sendo feitas para trazer ainda mais exposições como essas durante todo o ano.

“As pessoas que vêm para o evento também aproveitam para conhecer a cidade e, principalmente, os polos gastronômicos. O público costuma gostar bastante de conhecer os restaurantes da região, além disso também movimentam os hotéis da região”, destaca o presidente da Associação de Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador do Rio de Janeiro, Romulo Terra.

A 34ª Exposição Estadual do Cavalo Mangalarga Marchador é a última exposição no Rio de Janeiro classificatória para a nacional. O evento terá julgamentos de marcha e morfologia e R$ 50 mil em premiação. São esperados criadores vindos de São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, entre outros estados. Haverá transmissão on-line com o alcance previsto de mais de 120 mil pessoas. A programação também conta com o Leilão Estadual Mangalarga Marchador, no dia 21 de junho, às 20h, com 40 animais. E ainda o “Bailão do Peão”, no dia 20; além de da feira de artesanato e exposição de carros todos os dias.

Após o acidente entre dois ônibus na Rua do Imperador, próximo ao Obelisco, na manhã desta quarta-feira (22.05), a Comdep já está avaliando os materiais necessários para fazer a recuperação do canteiro que foi danificado no local. A Companhia também mobilizou uma equipe de varrição logo por volta de 11h para fazer a limpeza da área onde ocorreu o acidente, removendo estilhaços e detritos dos veículos da pista, para liberação do trânsito por volta de 11h30.

Logo após o acidente, agentes da CPTrans e da Guarda Civil estiveram no local para fazer orientação e desvio do fluxo de veículos. O Samu prestou atendimento a cinco pessoas que sofreram ferimentos leves – duas delas foram levadas para a UPA Centro e liberadas, enquanto as demais foram encaminhadas para o Hospital Santa Teresa.

O poste atingido pelo veículo não tem risco de queda. O ponto de luz não foi danificado com o impacto do ônibus no poste, mas a empresa responsável pela manutenção, a Vitorialuz, voltará a vistoriar o ponto a noite desta quarta e, caso necessário, vai providenciar os reparos.

A manutenção viária na Rua Emídio Tavares, localidade conhecida como Rio da Cidade, no Vale do Carangola, teve sequência nesta quarta-feira (22.05). O trabalho realizado no local do programa Mais Asfalto é importante porque a rua serve como alternativa entre o bairro e a BR-040, com acesso no quilômetro 66 da rodovia, o que ajuda a dar fluidez ao trânsito até Corrêas.

A localidade Rio da Cidade também é a região onde fica uma subestação de distribuição de energia elétrica. Até aqui, o serviço já utilizou cerca de 80 toneladas de asfalto. Outros trechos ainda receberão manutenção viária nas próximas semanas.

“Nós só temos a agradecer por estar recebendo esse serviço. Todo mundo que passar vai poder ver o ótimo trabalho feito por aqui”, disse o representante da Associação de Moradores do Vale do Carangola, Jesus Vicente.

Desde o início do ano, 162 ruas de 42 bairros já receberam o trabalho de manutenção viária. Além do Rio da Cidade, o Mais Asfalto ainda esteve em outras quatro ruas nesta quarta-feira, como a Estrada da Pedreira (Itaipava) e Rua Domingos de Andrade Bastos (Centro).

Na região do Chácara Flora e Vila Felipe, o trabalho de manutenção viária ocorreu nas ruas Alfredo Schilick e Jacinto Rabelo. O trabalho beneficia os usuários de 11 linhas de ônibus que fazem 215 viagens por dia.

Pagina 1 de 1204

Notícias por data

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Alvará Online - BANNER

Casa dos Conselhos

DO

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

gabinete cidadania.fw

cpge

EOUVmunicipios

selo acesso_informacao.fw

cmv-logo

Relatorio CMVP