Iniciativa do Departamento de Capacitação e Formação Profissional

“Fotografo também faz malabarismo para conseguir uma boa foto”. A frase, dita por Alaor Filho, despertou ainda mais a atenção dos alunos da rede municipal que estão participando de uma oficina especial com o fotografo. Vencedor do prêmio Esso, em 2002, Alaor topou passar um pouco do seu conhecimento para alunos e servidores da rede municipal de Educação nessa semana. Além das dicas teóricas, o fotógrafo acompanhou os alunos em uma aula prática especial nessa quarta-feira (25.09).

A oficina com Alaor é uma iniciativa do Departamento de Capacitação e Formação Profissional da Secretaria de Educação. Participaram das aulas estudantes das escolas municipais Professora Maria Campos e Augusto Pugnaloni. As fotos dos participantes serão expostas na próxima edição do AgroSerra Imperial, que ocorrerá de 12 a 14 de outubro no Palácio de Cristal.

“É a segunda vez que tenho a oportunidade de promover essa oficina com os estudantes. É muito gratificante ver o resultado. Hoje, por causa da facilidade tecnológica, as pessoas tendem a registrar mais do que fotografar. E fotografia é paixão, é mostrar o encantamento pelo seu espaço e é isso que eu tento passar para esses jovens”, disse o fotógrafo.

Nas aulas os estudantes aprenderam, desde as técnicas básicas do funcionamento de uma câmera semiprofissional, até a composição ideal, posicionamento e aproveitamento da luz natural. “O olhar pode ser mais criterioso, com mais objetividade. A foto deve mostrar o olhar do fotografo, transmitir a paixão pela fotografia”, afirma.

A paixão de Alaor pela fotografia começou em 1986. “Fiz engenharia, mas me apaixonei pela arte. Passei pelos jornais Última Hora, JB, Globo e Agência Estado. Cobri seis copas e seis olimpíadas. O prêmio Esso chegou em 2002 e hoje me dedico à fotografia corporativa. É uma paixão que não acaba. É empolgante ver os resultados e a animação desses jovens”.

Na aula prática, os alunos de Alaor visitaram pontos turísticos de Petrópolis como Catedral, Casa dos 7 Erros e Palácio de Cristal e registraram novos ângulos.

“Aprendi muita coisa. Eu sou modelo e estou acostumada a posar para as fotos e não a fotografar. Adorei o resultado das fotografias que eu tive a oportunidade de tirar com o auxílio do professor. Conheci recursos diferentes e já posso dizer que a fotografia já está começando a virar um projeto futuro na minha vida”, contou Pamela dos Reis, aluna do 8º ano da EM Augusto Pugnaloni.

Miriã Silva Ferreira, aluna do 6º ano da EM Augusto Pugnaloni também ficou feliz. “Muito legal. Nunca pensei que iria gostar tanto de fotografia na vida!”, contou.

Rosângela Tanin é inspetora e participou do curso. Segundo ela, as fotografias tiradas nunca mais serão as mesmas. “Foi maravilhoso. Aprendi coisas que não tinha a menor noção e não prestava atenção nos recursos disponíveis até mesmo na câmera do celular. Tenho certeza que as minhas fotos não serão mais tremidas. Como disse o Alaor, até malabarismo podemos fazer para conseguir uma boa foto”, contou.

De acordo com a diretora do Departamento de Capacitação e Formação Profissional da Secretaria de Educação, Marcia Chiote, as fotos ficarão em exposição durante o Agroserra Imperial. “Agradecemos a parceria com o Agroserra que nos proporcionou esse curso maravilhoso. Tenho certeza que as fotos ficarão maravilhosas e esses alunos poderão usar todo o conhecimento para eternizar vários momentos marcantes das suas vidas”.

Embaixadora da música italiana, a cantora Mafalda Minnozzi é uma das principais atrações da 9ª edição da Serra Serata. A italiana volta à festa para apresentar o seu novo show, “Romantica”, nesta sexta-feira (21.09), às 21h, com clássicos dos grandes compositores da época dourada da música pop italiana. A festa, que acontece no Palácio de Cristal e tem entrada gratuita, vai até domingo (23.09), com programação cultural, com música, dança e teatro, além de comidas típicas.

Depois do sucesso com shows na Europa e nos Estados Unidos, Mafalda Minnozzi retorna ao Brasil para apresentar em “Romantica” clássicos de Sergio Endrigo, Domenico Modugno, Ennio Morricone, Luigi Tenco, Pino Donaggio, entre outros. Conhecida mundialmente, Mafalda compõe, interpreta, contribui com projetos sociais e cria seus próprios figurinos. Considerada uma cantora multicultural, que produz um disco a cada ano, ela pesquisa, estuda, cria desafios e estimula sentimentos profundos com a própria música.

“A música italiana é mundialmente famosa. E ter a Mafalda mais uma vez na programação da festa é uma honra. Ela é uma artista completa, muito respeitada, e que sempre faz questão de vir a Petrópolis”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), lembrando que na programação a Serra Serata também conta com muitas atrações locais, com apresentações especiais para a festa.

Nesta sexta, antes de a italiana se apresentar, quem sobe ao palco é a banda Concreto Humano, às 18h30, com um Tributo a Renato Russo, que chegou a gravar um disco com músicas em italiano. A Concreto Humano é influenciada por bandas como Legião Urbana, Barão Vermelho, Capital Inicial, R.E.M., além de Lobão, Foo Fighters, U2 e Beatles. Suas músicas autorais procuram expressar percepções, sentidos e sentimentos a partir de uma visão em primeira pessoa; e abordam temas como sociedade, política, ser humano, amores, relacionamentos, acertos, erros.

Gastronomia entre os pontos altos da festa

Durante toda a Serra Serata, o público também pode contar com muita gastronomia típica e um gondoleiro fazendo petropolitanos e turistas entrarem no clima da Itália.

Nesta sexta-feira, a festa abre às 10h e fecha meia noite, assim como no sábado. Já no domingo, o horário de funcionamento é de 10h às 22h. Delícias da culinária italiana, como massas, noques, com os mais diversos molhos, pizzas, além de tradicionais sobremesas, como o cannoli e o tiramisú, entre outras, tem feito sucesso entre o público.

Programação:

21.09 (Sexta-feira)

18h30 - Tributo a Renato Russo - Concreto Humano

21h - Mafalda Minnozzi

Uma benção e o brinde do vinho deram as boas-vindas à Serra Serata, aberta oficialmente na noite desta terça-feira (18.09), no Palácio de Cristal. A Festa Italiana, que nasceu com o objetivo de homenagear os mais de 115 mil descendentes que vivem hoje na Cidade Imperial, vai até domingo (23), com gastronomia típica, danças folclóricas, apresentações musicais, teatro, entre outras atrações.

A solenidade de abertura também contou com a presença da presidente da Casa D’Italia Anita Garibaldi, Graça Vescovini, que realiza o evento em parceria com a prefeitura, através da Turispetro e do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE). Segundo ela, a Serra Serata já está enraizada no calendário do município.

“É com prazer que mais uma vez Petrópolis celebra e comemora a presença em suas terras de uma cultura tão importante quanto a italiana, representada pelos imigrantes que escolheram essa cidade para formarem suas famílias. Damos inicio hoje a nona edição da Serra Serata, enriquecendo cada vez mais as tradições petropolitanas”, frisa.

Durante seis dias, o Palácio de Cristal se transforma em uma verdadeira “piazza italiana”, onde acontecem shows, como da italiana Mafalda Minnozzi; do cantor Renato Gabbiani, com suas interpretações de canções italianas; Tributo a Laura Pausini, com Cristiano Gavioli e Bebel Nunes, entre outros. Além de danças folclóricas, teatro, palestra, entre outras atrações. Nesta terça-feira, quem encantou o público na abertura do evento foi o Coral Municipal, com canções como “Va pensiero – da Ópera “Nabuco””, de Giuseppe Verdi e “Bonzorno Madonna”, Antonio Scandello, ambos compositores italianos.

A abertura da festa também contou com a presença de secretários municipais, além da banda do 32º Batalhão de Infantaria Leve, que tocou os hinos do Brasil e da Itália.

Alunos do curso de teatro da Casa da Educação Visconde de Mauá

Novas alternativas para questões semelhantes. Esse é uma das mensagens da peça "Aquele que diz sim, e aquele que diz não" de Bertolt Brecht que será apresentada na próxima quarta-feira (24.10), pelos alunos do curso de teatro da Casa da Educação. Sob a direção do professor e ator Nilson Tassi, 15 jovens mostrarão todo o seu talento no palco do Theatro Dom Pedro, a partir das 16h.

O texto é uma das peças didáticas de Brecht, que tem a mesma história contada com dois finais diferentes.

“Desta forma, mostra que, na vida, nada é fruto da fatalidade, mas das escolhas que fazemos ao longo de nossa trajetória, e traz a máxima de que uma nova reflexão se faz necessária diante de cada nova situação. Ainda que a sociedade tente impor vontades, costumes, dogmas e até tente manipular o ser humano, sempre haverá novas alternativas para questões semelhantes”, explica o professor.

Após a apresentação, o grupo e o diretor convidarão o público para um bate papo sobre as questões discutidas na peça, buscando levar elenco e plateia a refletir sobre as consequências das escolhas. “A ideia é também de mostrar a importância de se construir a própria história ao invés de reproduzir modelos e costumes que são repetidos ao longo do tempo sem um olhar crítico e questionador sobre eles”, acrescenta Nilson.

Nilson Tassi é professor do curso de teatro que é oferecido gratuitamente para os alunos da rede municipal de Educação na Casa Visconde de Mauá. Atualmente, 15 alunos estão participando das aulas. No elenco da peça, se apresentarão os alunos: Ana Clara dos Santos, Ana Luíza Martins, Ana Luiza Prantes, Clara Vieira, Clemmy Luis, Duda Vantini, Esther Rigolon, Evelyn Gonçalves, Igor Santana, Letícia Eckhardt, Madu Gomes, Maria Clara Batista, Maria Eduarda Gonçalves, Mariana Godoy e Renan Santana.

“Nas aulas de teatro os alunos têm a oportunidade de se expressar e trabalhar a disciplina, postura e perder a timidez. É sempre uma alegria muito grande poder conferir de perto todo o talento desses jovens atores que se dedicam muito e terão a chance de se apresentar em um palco tão belo, como o do Theatro Dom Pedro”, afirma a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

A apresentação é aberta à comunidade, e tem a entrada franca.

A abertura oficial das solenidades em homenagem à Pátria será realizada nesta sexta- feira (31.08), às 8h, na Praça dos Expedicionários. A programação em homenagem ao Dia da Independência, contará com desfile no Parque de Exposições, em Itaipava, no dia 2 de setembro (domingo), às 9h, e o tradicional desfile no Centro Histórico no dia 7 de setembro.

Os eventos em comemoração ao Dia da Independência estão sendo organizados de forma conjunta: Secretaria de Educação, CPTrans, Guarda Civil, Defesa Civil, Comdep e organizações militares. Os desfiles contarão com a presença da Guarda Municipal, que dará suporte à segurança do evento, Comdep e CPTrans, na organização do trânsito.

Nos distritos o momento cívico acontece no próximo domingo (02.09) no Parque de Exposições, em Itaipava. O evento contará com participação de 800 pessoas, entre alunos de escolas municipais, bandas marciais, escoteiros e Bombeiros Civis.

Participarão do Momento Cívico a Banda Marcial Professora Leila de Souza Castro, CEI Prefeito Sérgio Fadel, LBV e Banda Marcial Boa Vontade, EM Carlos Canedo, EM Monsenhor João de Deus Rodrigues e banda, EM Taquaril, EM Professor Josemar Contage, Banda Amélia Antunes Rabello e EM Amélia Antunes Rabello, EM Arnaldo Dyckerhoff, Banda Marcial Petropolitana, Grupo dos Escoteiros 130 Dom Pedro II, Banda Dragões do Império, Banda Marcial Odette Fonseca, Sindicado dos Bombeiros Civis da Região serrana do Estado do Rio de Janeiro e Banda Marcial Wolney Aguiar.

“O Momento Cívico foi especialmente preparado para que as escolas mais distantes do Centro Histórico possam participar. O patriotismo é um tema muito trabalhado nas escolas durante todo o ano e durante o desfile, os alunos demonstram todo o orgulho que temos sobre a história do país e o sentimento de pertencimento a nossa Pátria”, disse a secretária de Educação, Samea Ázara.

Desfile no Centro Histórico

Já o tradicional desfile no dia 7 de setembro está marcado para começar às 9h com o desfile das tropas militares. A concentração dos participantes acontecerá às 8h15 na Rua Barão de Teffé com adjacências do Bosque, Rua Epitácio Pessoa e Rua D. Pedro I. O trajeto do desfile será a Rua do Imperador – lado par – na altura do Colégio D. Pedro II, com a dispersão próximo à Lanchonete Tony’s.

O desfile começará com os militares: Veteranos da Força Expedicionária Brasileira, 32º Batalhão de Infataria Motorizado, DTCEA – Pico do Couto, 26º Batalhão de Polícia Militar, Guarda Civil, Associação dos Militares da Reserva e Associação dos veteranos Amigos do Batalhão. Em seguida ocorrerá o desfile motorizado com a participação do 32º Batalhão, DTCEA, 26º Batalhão de Polícia Militar, 15º Grupamento Bombeiros Militares, Guarda Civil e Defesa Civil.

Após os militares, desfilarão o Grupo dos Escoteiros João XXIII – 35º RJ, 132º Grupo de Escoteiros / RJ Oliveira Bulhões; 130º Grupo de Escoteiros D.Pedro II, Sindicato dos Bombeiros Civis da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, Escola São João Batista – Banda Ampla Visão, Associação Pestalozzi de Petrópolis,Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE,  LBV – Banda Marcial Boa Vontade, Projeto Renascer, Banda Marcial Monsenhor João de Deus Rodrigues, Lions Clube de Petrópolis, Escola Paroquial Nossa Senhora das Graças – Banda Marcial Professora Leila de Souza Castro, Escola São Judas Tadeu – Banda Marcial Frei Aniceto, Clube dos Desbravadores e Aventureiro, EM Johann Noela – Banda Marcial Johann Noel, EM Odette Fonseca – Banda Marcial Odette Fonseca, EM Governador Marcello Alencar – Banda Marcial Dragões do Império, Ordens Maçônicas – Ordem das Filhas de Jó e Ordem DeMoLay, EM Dr. Rubens de Castro Bomtempo – Banda Marcial Imperial Petropolitana, Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio – Banda Marcial Imperador Pedro II, Colégio Estadual D. Pedro II – Banda Wolney Aguiar e Igreja Universal.

Confira a programação:

Sexta-feira – 31 de agosto

8h- Abertura oficial (Praça dos Expedicionários)

Domingo – 2 de setembro

9h – Momento Cívico no Parque Municipal, Itaipava.

Sexta-feira – 7 de setembro

9h - Desfile Cívico – Centro Histórico

Petrópolis Beer Festival acontece no Palácio de Cristal e Oktoberfest Imperial no Parque Municipal, em Itaipava, com entrada gratuita

Capital Estadual da Cerveja, a Cidade Imperial recebe no feriadão da Independência dois festivais que prometem agradar os amantes da bebida. Quem estiver no Centro Histórico pode curtir a 5ª edição do Petrópolis Beer Festival, no Palácio de Cristal, de quinta (06.09) – véspera de feriado – a sábado (08.09). Já nos distritos, o segundo ano da Oktoberfest Imperial vai movimentar o Parque Municipal, em Itaipava, também começando na véspera do feriadão prolongado. A festa fica de quinta a domingo e ainda retorna do fim de semana seguinte, de 14 a 16 de setembro. Os dois eventos têm entrada gratuita.

Ambos contam com o apoio da prefeitura, através da Turispetro, e têm a cerveja e a gastronomia como atrações principais, além, claro, de extensa programação cultural tanto para adultos quanto para as crianças. Segundo o secretário da Turispetro, Marcelo Valente, os eventos ajudam a criar novas opções para petropolitanos e visitantes e fazem com que as pessoas permaneçam na cidade. “São atrações a mais no feriadão. Por tradição, já recebemos muitos turistas durante os feriados prolongados, mas eventos como esse ajudam a conquistar o visitante ainda mais. Movimentam a economia. E ainda criam mais opções também para os moradores”, explica.

Chegando a sua 5ª edição, o Petrópolis Beer Festival tem conquistado tanto o público daqui, quanto de fora. Como sempre, o evento tem como objetivo não só fomentar e estimular a economia colaborativa e independente da produção artesanal de cervejas em Petrópolis, bem como encurtar o caminho da pequena produção cervejeira ao consumidor final através de seus lounges cervejeiros. A festa terá novamente combos harmonizados: chefs e cervejeiros se juntaram para escolher a dedo quais opções de gastronomia combinam mais com cada estilo de cerveja (chopp). Daí, como resultado, saem saborosos e apetitosos combos. Serão disponibilizadas várias opções de chopp + comida com preços entre R$20 e R$30.

“Como a ocupação hoteleira no Centro da cidade já está em 100%, a expectativa é a melhor possível, como nas edições anteriores. Além dos lounges cervejeiros com harmonizações entre estilos diferentes de chopp e petiscos deliciosos, nesta edição teremos novidades para o público no layout do evento e no conceito musical - uma maior interatividade entre músicos e público”, explica a organizadora, Geovana Bento, lembrando que esta edição ocorre junto com o Festival Dançar por Dançar, parceiro do evento. Outras informações estão disponíveis na página do Facebook do evento: https://www.facebook.com/events/291389244800418/

Já em Itaipava, a animação vai ficar por conta da Oktoberfest Imperial. O evento terá áreas como o “Pavilhão Munique”, um espaço temático com restaurantes, bares, danças típicas, música boa e, claro, muita cerveja. Também haverá a “Vila Germânica”, o ponto de encontro oficial do evento, com foodtrucks, praça de alimentação e espaços lounge para relaxar entre uma atração e outra. E ainda o “Espaço Kids”, com atrações para os pequenos. Na gastronomia, entre as delícias estão hambúrguer, pizza e batata frita, mas como boa festa alemã, a culinária germânica também estará presente. Inspirada na tradicional festa de Munique, na Alemanha, Petrópolis vai reviver a cultura alemã com esta segunda edição da Oktoberfest Imperial.

“A primeira edição da festa foi um sucesso no ano passado, mais de 25 mil pessoas passaram pelo evento. Esperamos superar o sucesso este ano, com a ampliação do evento e novidades na programação”, destaca Rodrigo Duarte, um dos organizadores da Oktoberfest Imperial. Outras informações estão disponíveis na página do Facebook do evento: https://www.facebook.com/events/1930082440405221/

Confira a programação:

Petrópolis Beer Festival

Dia 06, 5ª feira:

20H -Trisônica

Dia 07, 6ª feira:

14H - Rock Duo

17H - Guido Martini

20H - DJ Vitor Ventura, Dual Frequency e Bruno Guimarães (Live Sax)

Dia 08, sábado:

14H - Concreto Humano

18H - Fred Chico

20H - Pablo e Bernardo

Oktoberfest Imperial

Dia 06, 5ª feira:

21:30 - Banda A Liga da Justiça (Rock)

Dia 07, 6ª feira:

11:00 - Eleição Miss Oktoberfest 2018
14:00 - Luta Viking
15:00 - Grupo de Dança Mosel Petrópolis
17:00 - Banda SpielUndCharm (Alemã)
19:30 - Stygma (Tributo ao Pearl Jam)
22:30 - Banda Trisônica (Rock)

Dia 08, sábado:

14:00 - Luta Viking
15:00 - Grupo de Dança Mosel Petrópolis
18:30 - Banda SpielUndCharm (Alemã)
19:30 - TatyCirelli (Pop Rock)
22:30 - Banda Matriz (Rock)

Dia 09, domingo:
15:00 - Grupo de Dança Mosel Petrópolis
16:00 - Banda SpielUndCharm (Alemã)
17:00 - Banda A Voz do Brasil (MPB Dançante)
19:00 - Banda Black T (Rock)

Atividade faz parte da programação Semana da Pátria 2018

Mais de 300 pessoas prestigiaram, no domingo (02.09), o Momento Cívico no Parque Municipal, em Itaipava. A homenagem ao Dia da Independência do Brasil contou com o desfile de aproximadamente 400 pessoas, entre alunos da rede municipal, bandas marciais, escoteiros e Bombeiros Civis. A programação terá continuidade no dia 7 de setembro com o já tradicional desfile no Centro Histórico.

O Momento Cívico contou com execução do Hino Nacional e hasteamento das bandeiras do Brasil, do Estado e de Petrópolis. Durante o desfile, as escolas da rede municipal apresentaram um pouco do trabalho que é desenvolvido nos espaços escolares. Um dos destaques do evento foi a apresentação das bandas marciais: Professora Leila de Souza Castro – Escola Paroquial Nossa Senhora da Glória, Banda Marcial Boa Vontade, Banda da EM Monsenhor João de Deus Rodrigues, Dragões do Império – EM Governador Marcello Alencar, Banda EM Amélia Antunes Rabelo, Marcial Odette Fonseca e Marcial Imperial Petropolitana – EM Dr. Rubens de Castro Bomtempo.

“As escolas mostraram toda a originalidade dos projetos que são executados nas unidades de ensino. O Momento Cívico foi muito bonito. Todos os que puderam prestigiar o evento ficaram encantados com a alegria e o desempenho dos alunos da rede municipal de Educação. As equipes das escolas estão de parabéns por essa representação importante do civismo”, disse a secretária de Educação, Samea Ázara.

O desfile contou também com a participação dos alunos do CEI Prefeito Sérgio Fadel e do Projeto Renascer para a Vida, que ocorre na EM Fábrica do Saber e proporciona atividades físicas para pessoas da terceira idade. A LBV levou alunos e sua banda e transmitiu a mensagem: “A estabilidade do mundo começa no coração das crianças”. Já a EM Carlos Canedo chamou a atenção do público para a importância da reciclagem – ato que é incentivado diariamente no ambiente escolar: “Reciclar é viver”.

A EM Monsenhor João de Deus Rodrigues levou para o Momento Cívico a sua banda, criada em homenagem ao monsenhor João de Deus. Os alunos da EM Taquaril mostraram a importância da leitura e a EM Amélia Antunes Rabelo destacou a frase “O amor é o eterno fundamento da educação” no seu desfile.

O Momento Cívico contou ainda com a participação dos alunos da EM Arnaldo Dyckerhoff, localizada no Brejal, que mostraram para o público os destaques da zona rural: “O trabalhador rural é a semente da vida e a esperança para o país”. O desfile terminou com o Grupo dos Escoteiros 130 D. Pedro II e com o Sindicato dos Bombeiros Civis da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro.

Maria da Glória Pereira ficou emocionada com o Momento Cívico. “Foi lindo e emocionante. Fiz uma pausa na minha caminhada para observar as crianças e não me arrependi. Elas estavam radiantes. Foi muito organizado e bonito, uma bela representação do amor a nossa Pátria”, contou.

Desfile no dia 7 de setembro

A programação da Semana da Pátria termina no dia 7 de setembro (sexta-feira).  O desfile começará às 9h com o desfile das tropas militares. A concentração dos participantes acontecerá às 8h15 na Rua Barão de Teffé com adjacências do Bosque, Rua Epitácio Pessoa e Rua D. Pedro I. O trajeto do desfile será a Rua do Imperador – lado par – na altura do Colégio D. Pedro II, com a dispersão próximo à Lanchonete Tony’s.

O desfile começará com os militares: Veteranos da Força Expedicionária Brasileira, 32º Batalhão de Infataria Motorizado, DTCEA – Pico do Couto, 26º Batalhão de Polícia Militar, Guarda Civil, Associação dos Militares da Reserva e Associação dos veteranos Amigos do Batalhão. Em seguida ocorrerá o desfile motorizado com a participação do 32º Batalhão, DTCEA, 26º Batalhão de Polícia Militar, 15º Grupamento Bombeiros Militares, Guarda Civil e Defesa Civil.

Após os militares, desfilarão o Grupo dos Escoteiros João XXIII – 35º RJ, 132º Grupo de Escoteiros / RJ Oliveira Bulhões; 130º Grupo de Escoteiros D.Pedro II, Sindicato dos Bombeiros Civis da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, Escola São João Batista – Banda Ampla Visão, Associação Pestalozzi de Petrópolis,Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE,  LBV – Banda Marcial Boa Vontade, Projeto Renascer, Banda Marcial Monsenhor João de Deus Rodrigues, Lions Clube de Petrópolis, Escola Paroquial Nossa Senhora das Graças – Banda Marcial Professora Leila de Souza Castro, Escola São Judas Tadeu – Banda Marcial Frei Aniceto, Clube dos Desbravadores e Aventureiro, EM Johann Noela – Banda Marcial Johann Noel, EM Odette Fonseca – Banda Marcial Odette Fonseca, EM Governador Marcello Alencar – Banda Marcial Dragões do Império, Ordens Maçônicas – Ordem das Filhas de Jó e Ordem DeMoLay, EM Dr. Rubens de Castro Bomtempo – Banda Marcial Imperial Petropolitana, Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio – Banda Marcial Imperador Pedro II, Colégio Estadual D. Pedro II – Banda Wolney Aguiar e Igreja Universal.

Os eventos em comemoração ao Dia da Independência estão sendo organizados de forma conjunta: Secretaria de Educação, CPTrans, Guarda Civil, Defesa Civil, Comdep e organizações militares. Os desfiles contarão com a presença da Guarda Municipal, que dará suporte à segurança do evento, Comdep e CPTrans, na organização do trânsito.

A revisão da Lei Municipal 6.806/10, que institui o Sistema Municipal de Cultura, será tema de audiência pública, nesta segunda-feira (03.09), a partir de 16h, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni. Pleito antigo da classe artística, na ocasião, será apresentada a minuta do texto da nova lei em substituição a atual, elaborada pela Comissão Especial formada no Conselho Municipal de Cultura, que conta com quatro representantes da sociedade civil e dois do poder público – servidores do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE).

Considerada defasada pelos segmentos culturais, o objetivo é atualizar a lei que trata do Plano Municipal, da Conferência, do Fundo de Cultura, entre outras importantes diretrizes para o setor na cidade. A ação faz parte do plano de governo da atual administração do município. “Vamos apresentar o projeto e abrir para duvidas e sugestões para, posteriormente, ser apresentado no Conselho, para que possa ser encaminhado ao prefeito”, explica Leonardo Cerqueira, presidente do Conselho Municipal de Cultura.

“É fundamental a participação da sociedade civil neste processo de revisão. Esperamos que a população compareça à audiência. É muito importante que o tema seja amplamente discutido”, completa o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo.

Entre os avanços do novo texto está a modernização, com a inclusão de setores que antes não existiam, como as que usam novas tecnologias,  além da inclusão de novas cadeiras no Conselho Municipal de Cultura (CMC).

Petrópolis foi uma das primeiras cidades do Brasil a consolidar o seu Sistema Municipal de Cultura, um desdobramento do Sistema Nacional de Cultura, que é um instrumento de gestão compartilhada de políticas públicas de cultura entre os municípios e a sociedade civil. O objetivo é fortalecer as políticas culturais por meio de institucionalização e ampliação da participação social para promover desenvolvimento – humano, social e econômico – com amplo acesso a bens e serviços culturais.

Projeto estará nesta quinta-feira (30.08) no Palácio de Cristal

A edição deste mês do Serenata Imperial faz uma homenagem aos pais, pelo mês do Dia dos Pais, comemorado no último dia 12, e também ao compositor Adoniran Barbosa, com alguns de seus principais sucessos. A apresentação acontece nesta quinta-feira (30.08), a partir de 20h, no Palácio de Cristal, e tem entrada gratuita. Uma vez por mês, os seresteiros do projeto resgatam grandes nomes da MPB e recebem o público com um livreto com todo o repertório que será apresentado para que as pessoas acompanhem e cantem junto com os músicos durante a apresentação.

No repertório desta quinta estão músicas como “Samba do Arnesto”; “Tiro ao Álvaro”; “Saudosa Maloca”; “Trem das onze”; e “Samba Italiano”, de Adoniran, além de outros sucessos da Música Popular Brasileira, como “Meu querido meu velho meu amigo”, de Roberto Carlos; “Amigo”, de Roberto e Erasmo Carlos; “Meu Dilema”, de Adelino Moreira; “Esses Moços”, de Lupcínio Rodrigues, entre outras.

O projeto, que completou 21 anos em 2018, conta com o apoio da prefeitura, através do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE) e da Turispetro. “É fundamental que o poder público apoie e incentive projetos como esse, que fomentam a cultura para moradores e turistas. É uma apresentação linda, com entrada gratuita, resgatando músicas que fizeram parte da infância de muitas pessoas”, frisa Leonardo Randolfo, a frente do IMCE.

O Serenata Imperial conta com 15 integrantes, entre músicos, seresteiros e seresteiras que encantam o público uma vez por mês dentro do ponto turístico. O projeto começou em maio de 1997. No início, os seresteiros não tinham local fixo, e chegaram a fazer apresentações em prédios históricos da cidade, como a Catedral São Pedro de Alcântara, Museu Imperial, Palácio Rio Negro, Câmara Municipal, entre outros. Em 1998 eles iniciaram as atividades no Palácio de Cristal. Hoje, o grupo já contabiliza apresentações também em outras cidades, como Nova Friburgo, Juiz de Fora, Rio de Janeiro, São Paulo, etc. O objetivo do grupo é fomentar música de qualidade para o público.

A programação da Serra Serata, que acontece até domingo (23.09) no Palácio de Cristal, segue durante a semana com atrações para todos os gostos. Nesta quarta-feira (19.09), quem quiser aprender mais sobre os imigrantes italianos vai poder acompanhar uma palestra com José Luiz D’amico, da Casa D'Italia Anita Garibaldi, às 18h. Já às 20h, o público poderá curtir o show de Renato Esttrada & Família, com pai e filhos dividindo o mesmo palco. Pra completar a noite, as delícias da culinária típica estarão presentes nas barracas espalhadas pelos jardins do Palácio.

Durante toda a festa, os apaixonados pela cultura italiana poderão contar com apresentações musicais, contação de história, teatro, dança folclórica, entre outras atrações. Com 115 mil descendentes italianos, a Cidade Imperial homenageia esse povo, que também ajudou a construir o município. “Petrópolis é uma cidade plural, e é muito importante celebrarmos as culturas que ajudaram a formar a cultura petropolitana”, frisa o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Leonardo Randolfo.

Quem vai ajudar a contar essa história, falando sobre o que levou milhões de italianos a saírem de seu país, é o médico José Luiz D’amico, descendente de italiano e estudioso no assunto. “Vou falar sobre o cenário migratório, as circunstâncias vigentes na época e aquelas presentes no Brasil. Vou mostrar como os italianos vieram. Vou explicar os fatores de expulsão, como são chamados no meio acadêmico as adversidades que mobilizaram grande parte da população européia, em especial os italianos, a imigrarem. E de outro lado, mostrar os fatores de atração, presentes no Brasil, que fizeram com que eles escolhessem nosso país”, explica.

Logo depois, o grupo Renato Esttrada & Família vai contagiar o público com seu repertório variado, incluindo canções nacionais e internacionais, e ainda poemas autorais e de grandes poetas, com a promessa de emocionar e interagir com a plateia. O grupo surgiu de brincadeiras entre família, com Renato e seus filhos, Vitória e Lorenzo, cantando juntos em reuniões familiares. Hoje, eles se apresentam profissionalmente em diversas festas, casamentos, cantatas de Natal, entre outros, e garantem muita diversão na Serra Serata.

Além das atrações culturais, a festa também conta com barracas de alimentação que funcionam de 18h às 23h durante a semana; de 10h a meia noite na sexta e no sábado, e de 10h às 22h no domingo. E ainda o “Pantheon”, com artesanato local, com produtos inspirados na cultura italiana e nas cores de sua bandeira. Nos jardins do Palácio, o público também poderá tirar muitas selfies com um gondoleiro e sua gôndola. 

Pagina 1 de 166

Alvará Online - BANNER

DO

loa 2018

iptu

turispetro

iluminacao

balcao empregos

plano compras

portal transparencia

licitacao

Concursos

Casa dos Conselhos

Casa dos Conselhos

ecidade

jrestaurativa

cpge

gabinete cidadania.fw

selo acesso_informacao.fw

EOUVmunicipios

cmv-logo